Governo publica normas para migração de rádios AM para FM

Por Redação | 14 de Março de 2014 às 13h45

O Ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, assinou nessa quinta-feira (13) a portaria que define as normas para migração das rádios AM para a faixa de frequência FM. Por meio de um sistema informatizado e audiências públicas a serem realizadas em cada um dos estados da federação, as emissoras poderão entrar com o pedido para mudança de faixa, que será analisado e aprovado pelos órgãos competentes. As informações são da Agência Brasil.

A ideia é melhorar a qualidade do sinal e aumentar a audiência das rádios, uma vez que o funcionamento na antiga frequência vem se tornando cada vez pior à medida que as cidades crescem. Além disso, as emissoras AM não podem ser captadas por aparelhos como tablets ou smartphones, deixando uma boa parcela do público sem acesso às emissoras. A reivindicação é antiga e foi aprovada em novembro do ano passado pela presidente Dilma Rousseff.

O SEI, Sistema Eletrônico de Informações, entrará em operação no dia 28 de abril e vai permitir que as empresas do setor realizem seu registro para mudança de frequência. Além disso, a migração também poderá ser solicitada presencialmente, em sessões públicas estaduais com datas ainda a serem divulgadas.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Os pedidos serão analisados pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), que vai decidir se há espaço disponível nas cidades para todas as emissoras que entrarem com o pedido – a expectativa é que 90% das quase duas mil rádios sejam autorizadas. As emissoras também deverão pagar a diferença no valor da outorga e assinar novos contratos com o governo, que já deixa claro que o processo de migração não altera as concessões originais.

As primeiras migrações deverão começar a acontecer em agosto, com as faixas originais em AM sendo devolvidas à União. A ideia é que toda a frequência AM, que está entre os 540 e 1720 KHz, esteja liberada até 2016 e seja usada para internet banda larga.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.