Anatel pode antecipar metas de acesso ao 3G e 4G em todo o território nacional

Por Redação | 20 de Agosto de 2013 às 12h49
photo_camera Foto: Divulgação

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) pode antecipar o prazo para que as redes móveis 3G e 4G estejam disponíveis em todo o território nacional, como revela reportagem da Agência Brasil. Os prazos devem ser revisados durante a elaboração do edital do leilão da faixa de 700MHz, que será usada pela internet móvel da quarta geração.

João Rezende, presidente do órgão, afirmou que o edital tem como prioridade estabelecer a obrigatoriedade de que empresas que vencerem o leilão da frequência levem suas redes de alta capacidade para todos os municípios brasileiros, e que a antecipação do prazo em um ou dois anos também deve ser discutida.

"Vamos ter que calcular o valor financeiro da faixa, se há condições de fazer, ou não, essa antecipação. Temos que colocar redes de alta capacidade nos municípios, ver qual o valor dessa faixa [700MHz] tem e ver por quais obrigações vamos trocar. É possível que façamos a antecipação, mas vamos ter que fazer as contas", afirmou Rezende à reportagem da Agência Brasil.

Os prazos para a universalização do sinal 3G e 4G estão previstos, respectivamente, para 2017 e 2019. O presidente da Anatel afirmou que, atualmente, existem cerca de 1,5 mil cidades no país que ainda não possuem a rede 3G. "Está muito longe 2017 para o 3G, tem que antecipar tudo e de fato massificar o 3G e o 4G, tem muita gente só com o 2G ainda", disse Rezende.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.