Águas de São Pedro, em SP, será a primeira cidade 100% digital do Brasil

Por Redação | 13 de Dezembro de 2013 às 07h45
photo_camera Divulgação

A cidade de Águas de São Pedro, no interior de São Paulo, será o primeiro município 100% digital do país. Foi o que anunciou a Telefônica Vivo nesta quinta-feira (12), ao revelar um projeto de mais de R$ 2 milhões para transformar o local na "primeira cidade brasileira 100% digital".

O objetivo da companhia é testar o uso de novas tecnologias para aumentar o número de ofertas de novos produtos e serviços, inclusive para pequenas e médias empresas e serviços públicos. Águas de São Pedro, localizada a 185 quilômetros de distância da capital paulista, tem apenas 3 mil habitantes e deve servir como teste para expansão do projeto nacional das cidades digitais.

Os planos começam agora em janeiro, quando toda a estrutura telefônica da cidade será substituída por uma rede em fibra óptica - atualmente, a rede de telefonia é feita em cima de cabos de cobre. As obras devem durar cerca de um mês e a transferência de tecnologias está prevista para ser concluida em maio de 2014.

De acordo com a operadora, apenas o centro da cidade tem cobertura de banda larga, mas quando o projeto estiver terminado, o novo sistema vai permitir que a população acesse a internet seis vezes mais rápido do que é hoje, aumentando sua velocidade de 4Mbps para até 25Mbps.

"Vai ser o primeiro projeto no Brasil onde vamos pegar uma cidade inteira e transformá-la numa cidade do futuro. Pegamos cases dos Estados Unidos e vamos fazer um piloto em um ambiente pequeno. Vamos colocar São Pedro no mapa do mundo", disse o presidente da Telefônica Vivo, Antonio Carlos Valente. O executivo ainda disse que este será um projeto-piloto que pode servir de aprendizado "para algo mais agressivo nos próximos anos", o que leva a entender que a empresa planeja expandir a ideia para outras metrópoles brasileiras.

O Ministério da Comunicação também possui projetos para transformar os municípios nacionais em cidades digitais. Segundo o site do governo, "o programa tem o objetivo de modernizar a gestão e o acesso aos serviços públicos nos municípios brasileiros" e "atua na construção de redes de fibras ópticas que possibilitem a conexão entre os órgãos públicos, o acesso da população a serviços de governo eletrônico e a espaços de uso de internet".

Em 2012, 80 cidades foram contempladas com a primeira seleção do projeto-piloto do programa, entre elas Brasília (Distrito Federal), Vitória da Conquista (Bahia), Queimadas (Paraíba), Socorro (São Paulo) e Palmas (Paraná).

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.