4G poderá esgotar sua capacidade em até três anos, aponta estudo

Por Redação | 04 de Fevereiro de 2015 às 19h22
photo_camera Divulgação

Dentro dos próximos dois ou três anos, a capacidade dos hotspots da rede 4G/LTE poderá se esgotar devido ao aumento do uso de smartphones e outros dispositivos móveis. Esta previsão é resultado da pesquisa anual sobre o tráfego móvel realizada pela empresa Amdocs.

Apesar de o 4G LTE ser capaz de retirar até 50% do tráfego das redes 3G, a alta demanda por dados móveis poderá sobrecarregá-la e esgotar sua capacidade até 2018. “A resposta já não é mais simplesmente adicionar hardware – small cells e Wi-Fi oferecerão novas opções –, mas introduzir soluções inteligentes para priorizar os investimentos e alocar automaticamente os recursos para maximizar a experiência”, explica a vice-presidente de produtos e soluções da Amdocs, Rebecca Prudhomme.

Um exemplo do aumento exponencial na demanda por hotspots é a adoção da chamada segunda tela (visualização paralela de conteúdo em um dispositivo móvel) durante eventos que acontecem em estádios, como jogos de futebol ou shows. Estes casos criam um pico duplo, aumentando as sessões de dados em até 50%. Foi o que aconteceu nos 64 jogos da Copa do Mundo realizada em 2014 no Brasil, quando os espectadores trafegaram 26,7 TB de seus dispositivos móveis.

O relatório da Amdocs baseia-se na análise de mais de 25 milhões de conexões de voz e dados dos locais com as redes mais movimentadas em todo o mundo. No Brasil, dados da Anatel apontam que os acessos por tecnologia 4G cresceram mais de cinco vezes entre 2013 e 2014, totalizando 6,765 milhões de conexões.

Fonte: http://www.maxpressnet.com.br/Conteudo/1,733404,Pesquisa_Amdocs_4G_podera_esgotar_capacidade_em_ate_tres_anos,733404,2.htm

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.