4G encerra ano com cobertura em 74 municípios do país

Por Redação | 30 de Dezembro de 2013 às 16h19
photo_camera PPL Ware

Uma das principais novidades no segmento da telecomunicação em 2013 foi o 4G. A velocidade de banda larga móvel promete ser até dez vezes maior que o 3G e já é oferecida pela maioria das grandes operadoras.

Apesar de apresentar alguns entraves durante sua caminhada, a internet de quarta geração terminou 2013 com saldo positivo. Segundo dados do SindiTelebrasil (Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal) divulgados pela Agência Brasil, 74 municípios receberam cobertura neste ano.

A primeira faixa para o 4G foi licitada na metade de 2012, com a condição de que a velocidade estivesse implantada a tempo para a Copa das Confederações, que ocorreu em junho. As primeiras cidades começaram a receber o 4G em abril, incluindo as 12 cidades-sede da Copa do Mundo.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

De acordo com levantamento da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) realizado em outubro, 730.570 terminais de banda larga 4G foram adquiridos no país. A previsão inicial, no entanto, era que até o final do ano o 4G ultrapassasse a marca de 4 milhões de clientes.

A Anatel prevê que todas as operadoras brasileiras ofereçam a velocidade até o próximo dia 31. Já em 2014, a agência reguladora espera que todas as capitais e cidades com mais de 500 mil habitantes recebam o 4G até maio.

Outra promessa para 2014 é a licitação de uma segunda faixa de frequência para aumentar a oferta do 4G. A Anatel já aprovou uma proposta de destinação da faixa de 700 MHz e um leilão deve ocorrer ainda no primeiro trimestre para lotear o espaço em quatro fatias. Custos de realocação e proteção contra interferências nas faixas de televisão, porém, devem ser bancados pelos vencedores do leilão.

Vale lembrar que a faixa de 700 MHz tem um alcance bem maior do que a faixa de 2,5 GHz, usada atualmente para o 4G. Contudo, para utilizá-la, é preciso antes realocar canais de televisão que ocupam esse espectro.

Você já usa o 4G aqui no Brasil? Pretende adquirir o serviço em 2014? Conte para nós nos comentários!

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.