40% dos usuários trocariam de operadora se serviço 4G for ruim, aponta pesquisa

Por Redação | 21 de Fevereiro de 2013 às 17h14
photo_camera Kero Dicas

Uma pesquisa realizada pela Nokia mostra que dois a cada cinco consumidores, ou 40% do total, estariam dispostos a trocar de operadora caso o serviço de LTE, o novo padrão de conexão móvel 4G, não fosse bom o suficiente. Realizada com 8,7 mil usuários em nove países, a pesquisa mostrou um aumento de 10% no total de pessoas que trocariam de operadora, apontando para um amadurecimento do mercado consumidor mobile.

Segundo a pesquisa, é necessário que as operadoras aprimorem seu CEM, ou gerenciamento da experiência do consumidor, em LTE para enfrentar a tendência do chamado churn, termo em inglês que representa a migração de usuários descontentes.

Um estudo recente realizado pela empresa britânica de testes de rede OpenSignal revelou que a Suécia é o país com a melhor velocidade 4G do mundo, com conexões médias de download de 22,1 Mbps.

No ranking, ficou em segundo lugar Hong Kong (19,6 Mbps), que é seguido pela Dinamarca (19,1 Mbps), Canadá (18,1 Mbps), Austrália (17,3 Mbps), Coreia do Sul (16,4 Mbps), Alemanha (14 Mbps), Estados Unidos (9,6 Mbps) e Japão (7,1 Mbps).

No mundo, a velocidade média do 4G é de 10,4 Mbps, cerca de sete vezes mais rápida do que o padrão 3G, que oferece velocidade média de 1,5 Mbps.

O Brasil, o primeiro com a tecnologia na América Latina, adotou o 4G em 2011, mas não teve suas velocidades médias de LTE divulgadas na pesquisa.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.