40% dos usuários trocariam de operadora se serviço 4G for ruim, aponta pesquisa

Por Redação | 21.02.2013 às 17:14
photo_camera Kero Dicas

Uma pesquisa realizada pela Nokia mostra que dois a cada cinco consumidores, ou 40% do total, estariam dispostos a trocar de operadora caso o serviço de LTE, o novo padrão de conexão móvel 4G, não fosse bom o suficiente. Realizada com 8,7 mil usuários em nove países, a pesquisa mostrou um aumento de 10% no total de pessoas que trocariam de operadora, apontando para um amadurecimento do mercado consumidor mobile.

Segundo a pesquisa, é necessário que as operadoras aprimorem seu CEM, ou gerenciamento da experiência do consumidor, em LTE para enfrentar a tendência do chamado churn, termo em inglês que representa a migração de usuários descontentes.

Um estudo recente realizado pela empresa britânica de testes de rede OpenSignal revelou que a Suécia é o país com a melhor velocidade 4G do mundo, com conexões médias de download de 22,1 Mbps.

No ranking, ficou em segundo lugar Hong Kong (19,6 Mbps), que é seguido pela Dinamarca (19,1 Mbps), Canadá (18,1 Mbps), Austrália (17,3 Mbps), Coreia do Sul (16,4 Mbps), Alemanha (14 Mbps), Estados Unidos (9,6 Mbps) e Japão (7,1 Mbps).

No mundo, a velocidade média do 4G é de 10,4 Mbps, cerca de sete vezes mais rápida do que o padrão 3G, que oferece velocidade média de 1,5 Mbps.

O Brasil, o primeiro com a tecnologia na América Latina, adotou o 4G em 2011, mas não teve suas velocidades médias de LTE divulgadas na pesquisa.