Vendas de tablets caem 8% no segundo trimestre aqui no Brasil

Por Redação | 18 de Setembro de 2017 às 13h47
photo_camera Divulgação

De acordo com a pesquisa IDC Brazil Tablets Tracker, conduzida pela IDC Brasil, 790 mil tablets foram vendidos no país no segundo trimestre do ano, mas, apesar da receita total de R$ 400 milhões, esse número representa uma queda de 8% em comparação com o mesmo período do ano passado.

Já ao se comparar com o primeiro trimestre de 2017, as vendas de tablets no país cresceram em 3%, e a receita subiu 9%. Para Wellington La Falce, analista de mercados da IDC Brasil, esse crescimento no segundo trimestre aconteceu por conta de promoções realizadas pelos fabricantes justamente a fim de frear a queda de vendas, e “além disso, notamos que as empresas estão diversificando os produtos para gerar mais demanda”. Um exemplo é o mercado de tablets para o público infantil, “mas produtos voltados para o idoso estão entrando agora no radar”, observou o especialista.

O tíquete médio do período também subiu. Em comparação com os três primeiros meses do ano, o valor médio dos aparelhos aumentou 6%, passando de R$ 477 para R$ 505. No segundo trimestre de 2016, esse valor era de R$ 443. A IDC acredita que, até o fim do ano, serão comercializados 3,75 milhões de tablets, resultando em 6% menos vendas do que no ano passado, quando foram vendidos 4 milhões de dispositivos. Já a receita total de 2017 deve ficar em R$ 1.967 bilhão, número que mostrará uma queda de 6% em comparação com a receita total do ano passado.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.