Siga o @canaltech no instagram

Apple redesenhará iPad em 2018, que terá Face ID e nada de botão "Home" físico

Por Redação | 08 de Novembro de 2017 às 18h25
Tudo sobre

Apple

Saiba tudo sobre Apple

Ver mais

No ano que vem, os futuros iPads chegarão um tanto quanto diferentes. Sem botão "Home" físico, os tablets da Maçã trarão o Face ID, presente atualmente no iPhone X, usando o reconhecimento facial para desbloquear o aparelho. Ainda assim, não será dessa vez que o iPad terá display OLED, segundo fontes da Bloomberg.

Ao remover o botãozinho físico, a Maçã pretende construir o novo iPad com bordas mais delgadas, aumentando a área útil do display e deixando o dispositivo com um visual mais próximo do iPhone X, só que com pelo menos 10,5 polegadas. Essa será a primeira mudança significativa no design do iPad desde 2015, quando a companhia de Cupertino lançou o modelo Pro.

Desde então, o iPad vinha sendo o segundo produto mais vendido pela Apple, mas suas vendas globais caíram em 17% nos últimos anos. Com essa mudança, a Maçã pretende fazer com que as vendas de seu tablet voltem a crescer, especialmente graças a recursos que já foram implementados na última versão do aparelho, voltados para o uso profissional.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

E a chegada do reconhecimento facial ao iPad pode realmente impulsionar suas vendas em 2018, já que esta inovação é, por enquanto, exclusiva da Apple. Outras fabricantes, como a Samsung, por exemplo, já tentaram usar a tecnologia em seus dispositivos, mas não obtendo o mesmo nível de segurança desenvolvido pela Maçã. O Face ID, além de garantir uma margem de erro de 1 em 1 milhão na autenticação do usuário, ainda pode ser usado nos Animojis e também serve para autenticar pagamentos digitais.

Já a tela OLED dificilmente estará presente, já que a Samsung Electronics é fornecedora desses painéis para os iPhones, e, seria o único criador de displays com capacidade de suprir a demanda dos novos iPads. Contudo, restrições técnicas e financeiras estariam impedindo a Apple de trazer as telas OLED também para seus tablets ainda em 2018. Para piorar, outras fornecedoras de displays, incluindo a LG Electronics, a Japan Display, a Sharp Corp e pequenas empresas chinesas, como a BOE Display e a Tianma Microelectronics, também não teriam capacidade de fornecer displays OLED com as dimensões ideais para um tablet no próximo ano.

Fonte: Bloomberg

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.