Apple quer telas maiores e mais eficientes nos próximos iPads

Por Redação | 06.04.2015 às 18:33

Parece que a estratégia que funcionou tão bem com o iPhone também vai ser aplicada aos iPads. De acordo com novos rumores vindos da China, a empresa estaria trabalhando ao lado da LG para a construção de telas maiores e mais econômicas que as encontradas nos tablets de hoje. O objetivo? Criar a mítica versão Pro dos produtos, com foco no mercado corporativo ou ainda mais de ponta que seu nicho atual.

Só que, para encarar essa empreitada, com os aparelhos que contarão com displays de 12,9 polegadas, é preciso cuidar do aspecto energético da coisa. E é aí que está o grande desafio, criar um componente que tenha, ao mesmo tempo, a qualidade que todos esperam de um equipamento da Apple, na mesma medida em que não acabe rapidamente com a bateria, uma vez que se trata de um dispositivo voltado para o trabalho, ou seja, que precisa durar e ser autônomo.

A união tem um motivo: a LG é a maior fabricante asiática desse tipo e, para a Apple, uma das poucas que seriam capazes de não apenas desenvolver um produto assim, mas também entregá-lo em escala suficiente para suprir a demanda de lançamento que sempre acompanha a chegada de um novo aparelho da Apple, seja ele qual for. Ainda assim, investimentos de ordem não revelada estariam sendo feitos pela Maçã em uma fábrica na cidade de Paju, na Coreia do Sul. O objetivo final é aumentar a produção atual, de nove mil unidades, para algo entre 21 mil e 30 mil peças por mês, antes do final do ano.

Aqui, estamos falando de displays TFT, sigla que em inglês significa transistor de película fina. É uma tecnologia de LCD, usada para melhorar ao máximo a qualidade da imagem exibida pela tela na mesma medida em que garante que o componente seja fino, compacto e leve como pedem os dispositivos móveis. Trata-se de um tipo de peça que é padrão no mercado atual, presente em todo tipo de aparelho, desde celulares e tablets até video games portáteis e câmeras digitais.

De acordo com as informações passadas por pessoas ligadas à empresa coreana, mas que não se identificaram, o acordo entre as partes já estaria firmado para que a LG produza, pelo menos, as telas que estarão no iPad Pro. Afinal de contas, por que a Maçã estaria injetando tanto dinheiro em uma planta da companhia se não fosse para esse fim? Além da marca, a Apple trabalha também com a Sharp e a Samsung no fornecimento de displays para seus produtos, mas segundo os rumores, apenas a primeira estaria envolvida na produção dos novos tablets.

A diferença é que, ao que parece, esse lançamento está bastante próximo. A expectativa é que a Apple apresente os novos tablets ao mundo no segundo semestre de 2015, lançando a primeira versão do iPad Pro ainda neste ano. A empresa, claro, não se pronunciou oficialmente sobre o assunto, assim como a LG, que permanece calada sobre o caráter de seu contrato atual com a companhia.

Fonte: ET News