Apple quer ser cautelosa no lançamento de iPads com tela maior

Por Redação | 13.07.2015 às 11:31

Parece que as histórias de esgotamento e grandes filas nas lojas vão acontecer também com o suposto iPad Pro (ou Plus, como afirmam alguns rumores), mas não pelos motivos de sempre. Novos boatos oriundos de fornecedores chineses dão conta que a Apple não estaria muito segura da demanda de seus clientes, principalmente os do setor corporativo, por tablets com tela maior e, sendo assim, estaria realizando pedidos bem abaixo do normal para o equipamento.

As informações não vieram acompanhadas de números, mas os pedidos estariam bem abaixo até mesmo dos patamares apontados por especialistas como uma possível demanda para o iPad Pro. O produto, que teria uma tela de 12,9 polegadas, seria voltado para o setor empresarial e faria frente a outros equipamentos como o Surface 3 Pro, por exemplo, outro gadget que não vem tendo uma vendagem tão estrelada assim.

Entre os fatores que estariam levando a Apple a agir com cautela estaria uma possível estagnação do mercado de tablets. A empresa já viu, em primeira mão, um smartphone próprio, o iPhone 6 Plus e sua tela maior, ter sucesso estrondoso nas prateleiras e é justamente a chegada de phablets como ele que está sendo apontada por analistas como um dos fatores que podem levar a categoria a uma queda futura nas vendas.

Diante desse ensejo, o investimento grande exigido na entrada em uma nova categoria de produtos – pois é assim que a Apple enxergaria seus iPads de tela maior – poderia acabar não sendo tão frutífero. As próprias corporações, o grande alvo da nova solução, poderiam acabar optando por outras alternativas disponíveis no mercado, sejam os equipamentos de concorrentes, mais baratos, ou os celulares de tela maior que possam fazer as vezes tanto de smartphone quanto de tablet.

Com tudo isso, a Maçã estaria disposta a encarar uma possível procura alta e a escassez de produtos no mercado como uma forma de mensurar a recepção dos usuários ao iPad Pro. Executivos da empresa estariam preocupados com essa mudança de paradigma por ela ser tão diferente daquilo que a companhia está acostumada, já que, normalmente, ela trabalha com base na fidelidade de seus consumidores e a noção de que seus grandes anúncios normalmente resultam em bons resultados.

Os boatos indicam que o iPad Pro pode chegar com uma tela de 12,9 polegadas e resolução de 2.048 x 2.732 pixels, mantendo a mesma densidade da versão Air 2, mas em um tamanho maior. Além disso, o equipamento acompanharia uma caneta stylus e seria o primeiro tablet da companhia a contar com os novos conectores USB do tipo C. O Force Touch também poderia dar as caras aqui, mantendo a unidade de inovações entre as diversas categorias de produtos da Apple.

Mas tudo isso não passa de especulação. A Maçã, como sempre, não se pronuncia sobre equipamentos em desenvolvimento ou futuros anúncios. Nem mesmo a possibilidade de lançamento de um iPad de tela maior está confirmada, mas, caso ele exista, a expectativa é de uma revelação em setembro, com lançamento em novembro, junto às já esperadas novas gerações das versões já existentes do tablet.

Fontes: Digitimes, Phone Arena