Advogado da Apple enfrenta travamento no iPad durante audiência

Por Redação | 02 de Março de 2016 às 12h59

Muitos executivos da Apple, inclusive o próprio CEO Tim Cook, se vangloriam de levarem ao trabalho apenas os dispositivos da empresa, como o iPhone e o iPad. Mas um problema com o tablet da Maçã levou o advogado e conselheiro geral da companhia, Bruce Sewell, a se ver obrigado a usar “arcaicos” documentos em papel quando o aparelho simplesmente travou durante uma audiência.

Ele esteve, nesta terça-feira (1), diante de um comitê do Departamento de Justiça dos Estados Unidos para falar sobre a recente batalha entre Apple e FBI, além do equilíbrio entre privacidade e segurança. E durante sua primeira fala, enfrentou um travamento inesperado em seu iPad Pro. Após alguns toques, Sewell desistiu do aparelho e se voltou para documentos e papeis, com os quais continuou seus comentários.

Ipad Pro

Não se sabe ao certo qual o problema ocorrido, uma vez que o advogado parece tentar, algumas vezes, deslizar o dedo na tela para desbloquear o aparelho. Já há quem especule que ele simplesmente não quis digitar o seu código numérico de desbloqueio diante de tantos representantes do governo e de agências federais.

A fabricante, claro, não se pronunciou sobre o assunto, e nem deve fazer isso, uma vez que o foco no mercado corporativo é de grande importância para ela no momento. Desde o lançamento do iPad Pro, a companhia vem investindo pesado no setor empresarial, trazendo não apenas o tablet de tela grande, mas também ferramentas do iOS voltadas para o segmento.

E é justamente por isso que rebater as ordens judiciais que exigem o desbloqueio do iPhone é tão importante. Para usuários corporativos, a segurança das informações armazenadas nos dispositivos é essencial, e a simples existência de um backdoor, por mais que, supostamente, apenas o governo tenha acesso à brecha, já é suficiente para que muita gente procure outras soluções. E essa é só a ponta do iceberg de toda a questão.

Fonte: Cult of Mac