Surface: primeiras análises do tablet não são nada positivas

Por Redação | 24.10.2012 às 16:10

A Microsoft se prepara para realizar na próxima sexta-feira (26) o lançamento mundial da nova geração do Windows, o Windows 8, e também seu primeiro dispositivo móvel, o tablet Surface. No entanto, o site Business Insider afirma que as primeiras análises do novo aparelho não são tão positivas e otimistas como a empresa desejava.

O primeiro a revisar o Surface foi Josh Topolsky, do site The Verge, e ele afirmou que o novo dispositivo não é tão confortável e útil como parece. "Não é realmente tão confortável para segurar no modo paisagem por muito tempo, e no modo retrato é ridiculamente alto", disse Topolsky.

Ainda em seu texto, Topolsky afirmou que todos os aplicativos disponíveis no aparelho que ele tentou usar 'caíram' ao menos uma vez durante seu período de uso. O repórter ainda se questiona sobre qual o verdadeiro propósito do Surface, já que ele não parece ser um dos melhores modelos de tablets e nem um substituto ideal para os laptops. Porém, nem tudo parece estar perdido para Josh Topolsky: "a interface real - o ambiente de azulejos - é uma alegria de usar. É muito legal, eu me encontrei legitimamente encantado com algumas de suas funcionalidades, principalmente sua multi-tarefa e o conceito de aplicativos lado a lado".

Tablet Surface

Reprodução: PC World

Sam Biddle, do site Gizmodo, endossa a crítica feita por Topolsky afirmando que o Surface é uma promessa fantástica, mas que não vale o seu preço. Em sua análise, Biddle afirma que a aparência de unidade que o tablet emprega não é um ótima solução e que a Touch Cover é "uma verdadeira decepção".

"A coisa é, o Surface deve ser supostamente algo mais do que a simples alternativa da Microsoft para o iPad, tem que ser O Outro Tablet. Pode muito bem ser, um dia. Ele tem tudo o que precisa para ser isso. Mas hoje, ele é apenas mais um tablet. E não um que você deve comprar", afirmou Matt Buchanan em sua análise para o FWD.

Já David Pogue, do jornal The New York Times, ressalta que existem muitas inconsistências no Surface, mas que, no quesito hardware, a empresa de Redmond, Estados Unidos, conseguiu realizar um excelente trabalho.

Vale ressaltar que nem todas as críticas são negativas com relação ao primeiro produto de hardware construído pela Microsoft que, ao longo de toda sua existência, nunca havia se aventurado neste mercado.