Apple lança novos iPads, com preços entre R$ 1.499 e R$ 2.499

Por Redação | 06.12.2013 às 17:18

A Apple anunciou hoje (06) o início das vendas do iPad no país. Os preços variam entre R$ 1.499 e R$ 2.499, e estão à venda ambos os modelos, iPad Air e iPad Mini.

O iPad Mini com tela Retina, pequeno tablet de 7,9 polegadas lançado para competir com o Nexus 7, do Google, em seus modelos básicos, apenas wi-fi, saem por R$ 1.499 (16 GB), R$ 1.749 (32 GB) e R$ 1.999 (64 GB). Para os modelos com conexão 4G, os preços aumentam em R$ 300 para cada um.

Já o modelo principal, o iPad Air, com tela de 9,7 polegadas, tem os seguintes preços em sua versão com wi-fi somente: R$ 1.750 (16 GB) R$ 1.999 (32 GB) e R$ 2.249 (64 GB). E assim como o mini, os modelos com 4G custam R$ 300 a mais, com exceção do modelo com 64GB, que sairá por R$ 2.500.

iPad Air

No momento da publicação desta nota, os aparelhos ainda não estão disponíveis nos principais sites de venda (como Americanas.com, Ponto Frio ou Magazine Luiza). Somente na Fnac foi possível encontrá-los, porém, você poderá encomendá-los pelo próprio site da Apple. Encomendando pelo site, você terá a opção de inserir uma gravação personalizada na traseira do aparelho, e escolher vários acessórios como uma SmartCover, e o prazo de entrega é de 5 a 10 dias úteis.

iPad - Gravação personalizada

As especificações dos modelos são bem superiores aos seus antecessores, e ambos adotam o processador A7 de 64 bits, o mesmo usado pelo iPhone 5s.

O iPad mini ganhou a tela Retina e agora possui resolução de 2.048 x 1.536 pixels, a mesma do iPad Air . O chip A7 promete deixar o processamento quatro vezes mais rápido no geral e oito vezes mais rápido para gráficos. A bateria tem duração média de 10 horas e sua câmera iSight oferecerá definição de 5 megapixels. O mini também trará conexão Wi-Fi mais rápida, além de suporte mais amplo a diferentes frequências de rede 4G. Será vendido nas cores prata e cinza escuro.

Já o iPad Air, irmão maior e mais velho do Mini, tem moldura 43% menor, espessura 20% mais fina (7,5 mm, contra 9,4 mm) e pesa 469 gramas (ante 653 gramas) em relação ao modelo anterior, no que se traduz em uma bela tela com bordas finíssimas, que ocupa quase a totalidade da superfície do aparelho. A empresa garante desempenho geral oito vezes mais rápido e gráficos 72 vezes mais velozes que a primeira geração do iPad.

A câmera traseira será de 5 megapixels, e a bateria também terá duração de cerca de 10 horas, mas vale ressaltar que a capacidade dela é maior do que a da bateria do Mini, que consome menos energia por ter um desempenho menor. As cores disponíveis serão também prata e cinza escuro. Com o lançamento, a 4ª geração do iPad foi descontinuada.