Visa promete acelerar até 5 fintechs nacionais com apoio da GSVLabs

Por Redação | 01.02.2017 às 18:58

Você já ouviu falar do programa Track? Trata-se da ideia que a Visa e a Kyvo (parceira da gigante GSVLabs no Brasil) colocaram em prática para acelerar até 5 fintechs brasileiras. E para se enquadrar no programa, as startups precisam ter potencial para mudar radicalmente a indústria de pagamentos eletrônicos no Brasil e no mundo. O processo irá acontecer em duas etapas: uma aqui no país e outra no Vale do Silício, na sede da GSV.

A missão é a seguinte: as empresas deverão supervisionar os empreendedores no momento em que o modelo de negócio for definido, oferecendo o respaldo necessário tanto nas técnicas quanto nas ferramentas que englobam as áreas de produto, serviço, marketing e design. É a chance de impulsionar sua nova fintech com o auxílio de um dos maiores centro de inovação do planeta.

As startups escolhidas poderão receber um aporte de até R$ 235 mil cada, em tecnolgias e serviços profissionais. “Estamos nessa missão para sermos tão bem sucedidos no mundo digital quanto somos no físico, o que significa que estamos em busca de parceiros capazes de trabalhar com flexibilidade e rapidez”, afirma Percival Jatobá, Vice-presidente de produtos da Visa do Brasil. “O Visa Everywhere Initiative é a forma que encontramos para integrar essa nova mentalidade da comunidade de startups com o plano digital da Visa. Queremos parceiros inovadores que façam a diferença”, revela.

São 6 meses de programa no total, sendo três deles de aceleração (um no Vale do Silício) e os outros de incubação. Após a seleção dos melhores participantes, as startups passarão por períodos de imersão, bootcamp e elaboração de estratégias. As empresas fornecerão todo o material e conteúdo necessário para tracionar a fintech no mercado. “O empreendedor terá à disposição toda a rede de mentores e técnicas empregadas no Vale do Silício a partir do Brasil, com a vantagem de poder otimizar a concepção e o planejamento da empresa para o mercado nacional”, explica Hilton Menezes, sócio-fundador da Kyvo.

No final do programa, cada startup poderá, finalmente, apresentar seu pitch para um comitê com membros da Visa, Kyvo e GSVLabs no Demo Day, que tem data prevista para outubro deste ano.

Ficou interessado? Para inscrever sua startup, basta acessar o site oficial do Track.

Via StartSe