Rocket Internet levanta US$ 1,1 bilhão para investimentos em startups

Por Redação | 14 de Agosto de 2015 às 17h00

Mesmo em meio a controvérsias e críticas, a Rocket Internet continua crescendo. E, agora, após uma abertura de capital que causou discussões no ano passado, parece prestes a dar o próximo passo, pelo menos de acordo com informações vazadas à imprensa. A companhia estaria levantando US$ 1,12 bilhão para criar um fundo de investimentos que trabalharia diretamente com startups.

Apesar de contar com o mesmo diretor, Oliver Samwer, e uma estrutura semelhante, o novo negócio não teria ligação direta com a Rocket, mas operaria de forma independente. Sob o nome Rocket Internet Growth Fund, o objetivo aqui seriam as aquisições, investimentos em startups com potencial e parcerias, de forma a criar novas maneiras de expandir o principal negócio da empresa, que é a expansão do que os executivos chamam de “modelos já estabelecidos”.

É justamente essa a questão que levanta controvérsia. A principal forma de atuação da Rocket é a abertura de startups em regiões como Ásia, África e Europa, levando sistemas já reconhecidos nos Estados Unidos e China, por exemplo, também para outros territórios. Para empresas e executivos do Vale do Silício trata-se apenas de uma maneira glamourizada de copiar ideias alheias e ganhar dinheiro com elas.

A Rocket passa longe da polêmica e, hoje, possui um valor de mercado estimado em quase US$ 9 bilhões, além de ações negociadas na Bolsa de Valores de Frankfurt, na Alemanha. A notícia ainda não teve impacto no valor das ações nesta sexta-feira (14), com os papeis da companhia operando de maneira estável nos primeiros momentos após a abertura do pregão europeu.

Fonte: Venture Beat

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.