O que incluir em um plano de negócios para sua startup?

Por Colaborador externo | 08.04.2015 às 15:50

Por Matias Recchia*

Pretende começar um novo negócio em 2015?

Para que o empreendimento consiga evoluir, é necessário um plano de negócios. Confira 7 dicas que listei para ajudá-lo a estruturar seu plano:

1. Números realistas. Não faça projeções somente para encontrar investidores. É importante que todos estejam alinhados. Elabore os projetos com a equipe, alinhando comprometimento e objetivos internos. É importante que as projeções motivem a equipe, mas que não sejam inalcançáveis, gerando frustração.

2. Defina as principais métricas do seu negócio: As métricas que envolverão sua empresa nos próximos 12 meses não devem ultrapassar três questões. Você está aumentando o número de usuários? Número de operações? Monetização por usuário? Escolha os pontos que são mais relevantes e trabalhe em cima deles.

3. Determine qual é o propósito do seu negócio. Qual é o problema fundamental que você está tentando resolver? Sua proposta de valor deve ser concisa. Se você tem que usar mais que uma frase, você ainda não definiu bem o seu negócio.

4. Identifique se sua ideia é realmente diferente do que está no mercado hoje. Quem são os seus principais concorrentes e por que seu produto ou serviço é melhor? É mais barato? É um serviço de melhor qualidade? Você usa uma nova abordagem para um velho problema?

5. Escolha o seu time: Queira na sua equipe pessoas que o ajude a executar um plano bem sucedido e quais perfis necessários eles devem ter para compor o time. Ter pessoas com experiência no mercado que você está entrando, é sempre valioso.

6. Faça uma análise de breakeven: um bom teste para todo empreendimento é saber quanto tem que vender para pagar os custos de toda operação. Isso te dá uma ideia do quão realistas são suas projeções, quanto dinheiro tem que levantar e se o modelo de negócios é sustentável a médio prazo.

7. Não justifique nada como estratégico: não use linguagem complexa ao justificar ações ou gastos se não estão diretamente relacionados com as principais métricas que definiu para seu negócio.

Uma vez que tenha o plano de negócios pronto, busque o feedback com pessoas experientes no setor e potenciais investidores, ainda que não esteja buscando financiamento.

E, finalmente, execute!

* Matias Recchia é CEO e cofundador da IguanaFix, site para orçar e contratar serviços de consertos em casas ou escritório. Com MBA pela Harvard Business School, Recchia sempre se interessou por empreender em mercados emergentes.