Garoto de 14 anos quer vender sua startup por US$ 50 milhões

Por Redação | 21 de Maio de 2016 às 14h47

O mais jovem CEO do mundo, Taylor Rosenthal, de 14 anos, tem ganhado destaque na mídia internacional por sua ideia milionária. Inicialmente, o garoto norte-americano tinha ficado sob os holofotes por negar vender a sua startup por US$ 30 milhões.

No ano passado, o pequeno empreendedor criou uma empresa de máquinas de venda automática de kits de primeiros socorros. A ideia brilhante surgiu na preparação de uma feira de ciências de sua escola, que trabalharia com novas oportunidades de negócios. Pensando nos campeonatos de beisebol dos quais havia participado, Rosenthal lembrou da dificuldade que as mães tinham em encontrar materiais para os primeiros socorros das crianças que se machucavam. Pronto! Uma ideia simples que já rendeu mais de US$ 100 mil (R$ 360 mil) de investimento ao menino.

Sobre a oferta de vender a patente, o CEO da RecMed afirmou que a proposta de US$ 30 milhões (R$ 108 milhões) era baixa, considerando que a startup vale, no mínimo, US$ 50 milhões (R$ 180 milhões). E sua visão empreendedora não para por aí: suas máquinas de venda automática têm feito sucesso. De acordo com informações divulgadas, a maior rede de parques temáticos do mundo, a Six Flags, recentemente fechou um pedido de 100 máquinas, totalizando o valor de US$ 550 mil (quase R$ 2 milhões). A expectativa do garoto é de expandir os negócios para eventos esportivos.

Enquanto a maioria das crianças está brincando ou assistindo à televisão, o pequeno Taylor Rosenthal está dando um show de negócios em muitos adultos.

Fonte: CNBC