Baidu cancela fundo de investimento de US$ 60 mi em startups brasileiras

Por Redação | 22 de Março de 2017 às 17h23
photo_camera Reprodução

Em pouco mais de seis meses após divulgar um fundo de investimentos com capital de US$ 60 milhões para startups brasileiras, a multinacional chinesa Baidu cancelou a sua participação na iniciativa, inviabilizando o projeto.

Divulgado em setembro do ano passado, o Easterly Ventures se apresentou como um fundo diferenciado no país, prometendo injeção de fundos, tecnologia, infraestrutura e expertise internacional para as companhias selecionadas.

A saída do Baidu se deu através de um comunicado para a imprensa, explicando que o país terá investimentos de tecnologia, mas eles não serão mais feitos por fundos locais como o Easterly Ventures, e sim pela matriz da companhia, na China.

“O Baidu, multinacional de tecnologia que opera há quatro anos no Brasil e já realizou grandes investimentos no país, como a aquisição do Peixe Urbano em 2014, mantém sua posição de confiança no mercado local e continua procurando oportunidades e sinergias com parceiros brasileiros", afirmou a companhia em nota.

Em seu anúncio, a Baidu afirmou que o fundo atuaria na aplicação de recursos e na transferência de tecnologia para companhias que já tenham superado seu estágio inicial de desenvolvimento e que tenham sinergia com os negócios do Baidu.

A expectativa era de que de 10 a 15 startups fossem selecionadas para receber aportes em troca de participações minoritárias - entretanto nenhum nome de empresa tinha sido divulgado até o momento.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.