Uber utiliza análise de dados para prever onde usuários desejam ir

Por Redação | 03 de Setembro de 2014 às 09h22

A startup americana Uber não vive só de polêmicas. A empresa, que fornece um serviço similar ao oferecido por táxis, porém com carros de pessoas comuns, está utilizando análise de dados para aprimorar seus serviços e prever para onde seus usuários querem ir.

Os pesquisadores da companhia determinaram a precisão do modelo estatístico comparando suas predições com os dados anônimos de mais de 3 mil corridas do Uber feitas em São Francisco, nos Estados Unidos, neste ano. O sistema leva em consideração vários fatores, como a localização anterior do usuário, locais onde outros usuários do Uber costumam ir, dentre outros.

Essa não é a primeira vez que a empresa usa a análise de dados e até inteligência artificial para aprimorar seus serviços. Recentemente, por exemplo, a companhia chegou à conclusão de que os motoristas que desejam aumentar seus lucros ganhariam mais ficando parados em um local do que se ficassem circulando por aí. Segundo a pesquisa, eles chegam a ganhar até o dobro se ficarem parados.

Para esse último trabalho a equipe utilizou a inferência estatística bayesiana e consegue prever, com até 74% de acertos, para onde seus usuários desejam ir.

À medida que a empresa expande seus serviços para mais cidades no mundo todo, eficiência é a chave para continuar no mercado.

O Uber está presente no Brasil nas cidades do Rio de Janeiro e São Paulo.

Leia também: Como usar o Uber, app que vem causando revolta nos taxistas

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.