Telegram lança plataforma de vídeos curtos e bots de pagamento

Por Redação | 19.05.2017 às 11:57
photo_camera Denys Prykhodov/Shutterstock

Na noite desta quinta-feira (18), usuários do Telegram ao redor do mundo foram surpreendidos com uma grande atualização que adicionou dois grandes recursos à plataforma. O mensageiro conta agora com um sistema de pagamentos por meio de bots e também com sua própria plataforma de vídeos, o Telescope, que permite o envio de clipes tanto para contatos quanto para qualquer outra pessoa.

Parece uma adição inusitada para um mensageiro, mas isso se deve ao fato de que a ideia da companhia é realmente ir além disso, e, quem sabe, até acabar competindo com grandes nomes do setor. Os clipes podem ter no máximo um minuto de duração e não é preciso que o espectador tenha uma conta no Telegram para assisti-los, bastando acessar a URL do canal público ou o link direto para o vídeo.

Novidades relacionadas a vídeo também chegaram aos chats em si. A partir de agora, os usuários ganham novas opções de compressão, podendo escolher entre maior qualidade e tamanho de arquivo ou reduzindo tudo em prol da agilidade. Critérios como autodestruição e outras opções de privacidade também valem aqui, assim como os vídeos privados também podem ser compartilhados publicamente, tudo a gosto do utilizador.

Para enviar uma mensagem, basta pressionar o botão de microfone, que se transforma em uma câmera. A gravação começa quando ele é segurado, como em uma gravação de áudio, mas o Telegram inclui também um modo no qual isso não é necessário. Após a seleção de compressão, o vídeo é enviado automaticamente, e, no lado do receptor, a reprodução é automática -- no caso de usuários com planos de dados limitados, o recurso pode ser desligado.

O Telegram também lançou o Shop Bot, seu robô de pagamentos que vai permitir que os usuários façam compras e transfiram dinheiro, tudo usando o mensageiro. Com integração ao Apple Pay – e, futuramente, também com outros sistemas de pagamento –, a empresa deseja que seus usuários paguem de tudo pelo app, desde bilhetes de metrô até comida e serviços.

Tudo depende, claro, de parcerias, com lojas e estabelecimentos tendo de aderir à plataforma para que ela funcione com seus produtos. Nos bastidores, entretanto, o Telegram já está pronto para receber tais funcionalidades, bastando que as companhias se interessem. O robô de pagamentos funciona com a maioria dos operadores do mercado e cabe a cada desenvolvedor escolher qual plataforma deseja usar para recebimento.

Desde já, entretanto, o Telegram adianta que nenhum dos dados passa por seus sistemas. Os pagamentos são processados pela operadora, enquanto os dados do usuário vão direto para as empresas responsáveis pelo robô, com as conversas usando o mesmo sistema de criptografia dos chats comuns. Nenhum dado é armazenado e a plataforma nem mesmo cobra comissão para uso do bot.

Tanto a plataforma de vídeos quanto o sistema de pagamentos são inovações que chegam para tornar o Telegram mais do que apenas um aplicativo de troca de mensagens, algo que parece ser, cada vez mais, um dos grandes objetivos da companhia. Na concorrência com outros nomes como WhatsApp e Facebook Messenger, a companhia confia em diferenciais como estes para se sobressair, algo que parece estar dando certo, vide o número de usuários que não para de crescer.

As novidades, entretanto, estão disponíveis apenas para iOS, tanto no iPad quanto no iPhone. Não existe previsão de lançamento das funcionalidades para Android, Windows e outros sistemas operacionais; mas, como a intenção do Telegram parece ser ganhar o mundo, tais liberações não devem demorar para acontecerem.

Fonte: Telegram