Supercomputador chinês mantém posto de mais poderoso do mundo

Por Redação | 19.11.2016 às 14:30

A cada seis meses, a organização Top500.org disponibiliza uma lista com os 500 supercomputadores mais potentes do mundo. Segundo a 48ª edição do levantamento, divulgada nesta semana, o supercomputador mais potente continua a ser o chinês Sunway TaihuLight, que é cerca de duas vezes mais poderoso e três vezes mais eficiente que o seu antecessor, também construído na China, mas com tecnologia Intel (Norte-Americana), o Tianhe-2.

Criado pelo Centro de Investigação de Computação Paralela da China, o Sunway TaihuLight tem uma performance de 93 petaflops/s (mil bilhões de cálculos por segundo) e é usado para modelagem climática e pesquisa científica no Centro Nacional da China para supercomputadores na cidade de Wuxi.

Especificações dos dois supercomputadores mais poderosos do mundo

A lista também mostra que a China e os Estados Unidos disputam lado a lado a supremacia da supercomputação. Ambas as nações possuem 171 sistemas cada uma nas classificações mais recentes, representando dois terços da lista. Em terceiro lugar aparece a Alemanha com 31 supercomputadores, seguida do Japão com 27 e na quinta posição a França com 20 supermáquinas. O Brasil aparece na 15ª colocação, com apenas 3 sistemas superpotentes.

Em relação aos sistemas operacionais, o levantamento revela que não existe qualquer supercomputador no mundo rodando Windows. O Linux continua a dominar por completo o segmento. De acordo com os dados, existem 498 máquinas que correm Linux. As restantes têm como sistema operativo o Unix.

Fonte: Top500.org