Plex vai usar conexões HTTPS para proteger transmissões de dados

Por Redação | 08 de Junho de 2015 às 11h33

A mais recente atualização do Plex, o conceituado software para streaming de conteúdo em diversos dispositivos, trouxe o que os desenvolvedores chamaram de “a maior implementação de certificados da história”. A partir de agora, o software passa a utilizar HTTPS para proteger suas conexões, impedindo a interceptação dos dados trocados entre a aplicação e os aparelhos.

A novidade é gratuita e deve estar disponível para todos os usuários de Android, Windows 8.1 e Windows Phone, além dos equipamentos da fabricante Roku e dos aplicativos da própria Plex para PC. Em todos os casos, a emissão de certificados de segurança é automática, mas o utilizador precisa habilitar a opção relacionada ao HTTPS ao instalar o software, ou então em sua tela de configurações.

Caso tudo esteja funcionando, será possível ver um cadeado verde na tela inicial do aplicativo, ao lado de onde estão as opções relacionadas aos arquivos disponíveis para streaming. A proteção adicional vale para qualquer tipo de transmissão, desde filmes e músicas até listas de reprodução variadas, mas não cobre streamings feitos localmente, dentro da própria máquina, uma vez que estes não podem ser interceptados pela rede.

Ficaram de fora, porém, as versões do Plex para iOS e Xbox One. De acordo com a desenvolvedora, a novidade para estes usuários estará disponível em breve, mas uma data precisa para a chegada da atualização não foi informada.

O Plex funciona por meio da criação de um servidor virtual de arquivos, que fica disponível por meio da rede sem fio para todos os dispositivos conectados a uma mesma conta. Assim, por exemplo, é possível assistir àquele filme que você baixou no torrent diretamente na televisão, só que sem precisar copiar o arquivo para um pendrive ou conectar cabos ao computador e TV.

Fonte: Plex

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.