O desenvolvimento da Siri foi apressado, trazendo problemas para a tecnologia

Por Ares Saturno | 14 de Março de 2018 às 18h13
Tudo sobre

Apple

Um artigo do site The Information publicado nesta quarta (14) trouxe a público a notícia que o desenvolvimento da assistente Siri, da Apple, foi apressado, resultando em problemas que estão começando a ser revelados agora. Uma dúzia de ex-empregados da empresa, todos em anonimato, falaram à mídia sobre o caso.

A tecnologia, que foi apresentada no iPhone 4s, não estava totalmente finalizada, segundo as fontes. Em meio a discussões sobre o lançamento prematuro da Siri, Steve Jobs foi apontado como fator de estresse junto às equipes de desenvolvimento, sempre ordenando que os trabalhos fossem realizados de acordo com sua opinião. Jobs veio a óbito no dia seguinte ao lançamento de Siri, em outubro de 2011.

Pouco tempo após isso, alguns dos co-fundadores da tecnologia assistiva tiveram grandes desintendimentos com a equipe e deixaram a Apple, formando uma empresa concorrente chamada Viv Labs. Como eles ainda costumavam visitar Cupertino para encontrar com antigos colegas de trabalho socialmente, a Apple baniu eles do campus.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Ainda que a Siri seja bastante popular, uma vez que os iPhones são usados por um imenso número de pessoas, a assistente está longe de representar o que seus desenvolvedores desejam que ela fosse. Esperava-se que a Siri se tornasse uma "App Store para IA", além de uma simples assistente – o que nunca aconteceu.

Fonte: Apple Insider

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.