Microsoft lança o Office 2016; veja as novidades

Por Redação | 22.09.2015 às 11:34

Os assinantes do Office 365 começaram a receber nesta terça-feira (22) a edição 2016 de uma das suítes de aplicativos mais populares do mundo. As novas versões do Word, Excel, PowerPoint, Outlook e Access chegam alguns meses depois do lançamento do Windows 10 e fazem parte de um movimento cada vez maior da Microsoft rumo a tecnologias mais conectadas e ligadas à nuvem.

A maior novidade de todas é a integração completa da nuvem a todas as atividades do Office. O grande foco da versão 2016 é a colaboração, permitindo pela primeira vez que os documentos, planilhas, apresentações e outros arquivos sejam editados de forma simultânea pelos usuários, com os resultados sendo vistos em tempo real por todos os envolvidos.

A conectividade também aparece com a introdução da Cortana, que, assim como nos celulares com Windows Phone, pode ajudar no trabalho. É possível perguntar a ela, por exemplo, quais são as atividades previstas no calendário do dia, solicitar que ela encontre um trecho específico em um documento ou encontre aquele arquivo que você há muito tempo não mexia.

Já o Outlook vem com ferramentas que facilitam a comunicação, como a possibilidade de criação de caixas de entrada compartilhadas pela web, calendários que podem ser alterados por diversas pessoas e opções de grupo e pesquisas aprimoradas. O Skype passa a ser uma solução integrada a todas as aplicações do Office, tornando-se o app padrão para realização de chamadas, envio de mensagens instantâneas, conferências em vídeo ou compartilhamento direto de arquivos.

O Office 2016 traz ainda um novato, o Planner, um organizador de tarefas online que permite a coordenação de esforços e trabalhos em grupo. De forma semelhante ao Trello, por exemplo, o aplicativo permite que todos acompanhem simultaneamente o andamento de um projeto, criando etapas, marcando-as como concluídas e enviando notificações por e-mail sempre que a atenção de alguém for necessária.

Essa, porém, é a única novidade que não está disponível efetivamente no lançamento desta terça. De acordo com a Microsoft, a funcionalidade ainda está sendo desenvolvida e deve ser lançada até o final deste ano, estando disponível de forma gratuita para todos os usuários do pacote.

Novidades visuais e de integração entre aparelhos também aparecem aqui. Alguns menus se tornaram mais modernos e cada um dos aplicativos terá uma barra superior em sua cor característica – azul para o Word, verde para o Excel e assim por diante. A otimização é para o estilo visual do Windows 10, mas os aplicativos funcionam também nos celulares e tablets, com todas as funções, a partir da nuvem.

O Office 2016 está disponível em 40 opções de linguagem, inclusive o português, e deve ser liberado aos poucos, de forma a não sobrecarregar servidores e permitir uma experiência de upgrade tranquila para todos. A nova suíte de aplicativos está disponível tanto para Windows (apenas da versão 7 em diante) quanto para Macs.

Além da opção de atualização pela internet, por meio do Office 365, os usuários também contam com a boa e velha licença única. A opção Home & Student, como é chamada, custa US$ 149,99 (cerca de R$ 600), um valor pago uma única vez, ao contrário do serviço de assinaturas, que tem valores mensais de US$ 6,99 e US$ 9,99 (de R$ 28 a R$ 40) e permitem a instalação também em celulares e tablets, além do próprio computador, e inclui um plano de chamadas do Skype.

Para a Microsoft, o ideal é que os usuários optem pela segunda opção. A empresa promete trabalhar com o Office da mesma maneira que com o Windows, lançando atualizações com frequência e adicionando novas funções aos aplicativos de tempos em tempos. Uma estratégia que a companhia está adotando também com o seu sistema operacional.

Fonte: Microsoft