Google Map Maker dá adeus, mas funções serão incluídas no Maps

Por Redação | 09.11.2016 às 10:01

É o fim da ferramenta de edição de mapas do Google, o Map Maker. A companhia havia anunciado que o aplicativo seria encerrado em março de 2017, mas pelo jeito resolveu antecipar as coisas para este ano. No entanto, para aqueles que ficaram tristes com a notícia, as funcionalidades não serão enterradas junto com o aplicativo; elas passarão a fazer parte do Google Maps a partir desta segunda-feira (8).

"Esta atualização nos permite dar ênfase em melhor edição e moderação dentro do Google Maps, tanto no desktop quanto no mobile. Vamos continuar a liberar novos recursos para que você seja capaz de fazer a maioria das coisas com que estava acostumado no Map Maker — como editar estradas".

O Map Maker foi lançado em 2008, e a premissa do aplicativo era oferecer a qualquer usuário a oportunidade de editar e sugerir alterações em vários itens de mapas, como estradas, ruas, lugares etc. Mas o destino do app foi atravessado por um troll que, em 2015, resolveu colocar no mapa a imagem do robô mascote do Android urinando sobre a maçã da Apple.

O Google, assim que ficou sabendo do ocorrido, pediu desculpas em público e desativou as aprovações automáticas do Map Maker logo em seguida. Mas, no final do mesmo ano, o gigante resolveu reativar as funções de alteração de mapas, porém, sob moderação.

Via Android Authority