Crise da COVID-19 aumenta a procura por programadores de COBOL

Por Claudio Yuge | 13 de Abril de 2020 às 18h00
Sempre Update
Tudo sobre

IBM

Saiba tudo sobre IBM

Ver mais

A linguagem de programação COBOL foi criada em 1959 e é vista como obsoleta há décadas. Contudo, ainda há muitos sistemas baseados nessa codificação, como bancos, seguradoras e redes de varejo. Com a atual crise causada pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2), a demanda por especialistas nessa área, que já era alta, aumentou. Exemplo disso foi a convocação feita na semana passada pelo governador de Nova Jersey, nos Estados Unidos, em busca de experts para resolver problemas no software de seguro-desemprego do estado.

Muitos governos que processam dados usam o COBOL e como este é um momento em que há várias frentes de assistência aos cidadãos em curso, encontrar programadores experientes que possam lidar com as estruturas antigas e treinar uma nova geração de desenvolvedores virou prioridade. Uma nova iniciativa da IBM vem justamente para acelerar essa busca.

Reprodução/Medium

"No meio da pandemia global do COVID-19, nossos clientes estão enfrentando circunstâncias sem precedentes. Alguns estados precisam de habilidades adicionais de programação para fazer alterações no COBOL — uma linguagem amplamente divulgada e com cerca de 220 bilhões de linhas de código atualmente em uso ativo hoje”, diz um comunicado de imprensa da IBM.

Dois sites já vêm cadastrando programadores de COBOL

Um novo fórum online, copatrocinado pelo projeto colaborativo da Linux Foundation, o Open Mainframe Project, visa conectar programadores COBOL a pessoas que desejam contratá-los. Uma outra página vem "sendo monitorada ativamente por programadores experientes, fornecendo consultoria e conhecimento gratuitos durante a crise e permitirá que todos os níveis de desenvolvedores gerenciem problemas, aprendam novas técnicas e acelerem as soluções necessárias”.

A IBM também está trabalhando em um curso de treinamento gratuito. A empresa publicou conteúdo na plataforma de programação Github. Embora não tenha seja completo, a companhia diz que o material "será transformado em um curso de vídeo de autoatendimento com laboratórios práticos e tutoriais disponíveis via Coursera e outras plataformas de aprendizado no próximo mês".

Pode ser que o “exército” de experientes desenvolvedores em COBOL não seja alistado a tempo, mas, ao que parece, essa linguagem de programação, que parecia estar com os dias contados, não deve desaparecer tão cedo.

Fonte: ArsTechnica  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.