Captura de telas: como fazer isso em todos os sistemas operacionais

Por Luciana Zaramela

Screenshots, ou capturas de tela: você sabe trabalhar com elas? Uma captura de tela é uma excelente ferramenta para criação de tutoriais, editoriais, apresentações e descrições de progamas e sistemas diversos. Alguns dispositivos ou sistemas operacionais oferecem atalhos ou aplicativos rápidos para se capturar uma imagem na tela do monitor; outros, nem tanto.

Com este guia rápido, todas as suas dúvidas sobre como capturar telas no Windows, Mac OS X, Linux, Android, iOS e Kindle Touch serão sanadas.

Windows

O sistema mais utilizado entre os usuários de computador possui uma maneira simples, porém nem tão funcional, de tirar screenshots. Quem conhece bem o teclado do Windows sabe que basta pressionar a tecla PrtScrn (Print Screen) para que a tela seja imediatamente capturada e enviada para a área de transferência. E depois, basta abrir um editor de imagens e colar a imagem em um novo documento.

O próprio Paint, editor de imagens nativo do Windows, funciona muito bem com capturas de tela. Depois, basta recortar a área desejada e salvar a imagem.

como capturar tela

Uma dica que nem todos conhecem é utilizar a função Print Screen juntamente com a tecla Alt pressionada. Apenas a janela ativa será capturada, respeitando-se os limites de suas bordas.

Mac OS X

O sistema da Apple oferece várias maneiras de se capturar uma porção da tela ou sua totalidade. Por padrão, os Macs salvam as imagens capturadas em formato PNG. Os atalhos mais utilizados para criar screenshots no Mac são:

  • Command + Shift + 3: captura toda a tela (se você tiver dois monitores, ambas as telas serão capturadas)
  • Command + Shift + 4: captura uma porção da tela. Basta clicar, arrastar e soltar o cursor.
  • Command + Shift + 4 + Espaço: tira um screenshot da janela ativa.
Mac Screenshot

Você se incomoda com o formato nativo dos screenshots do Mac? Basta alterá-lo para JPG, BMP, TIF ou outro formato desejado utilizando uma linha de comando no Terminal. Confira nossa lista de linhas de comando para Mac OS!

Linux

A turma que está migrando agora para o Linux provavelmente não conhece as várias maneiras de captura de tela do sistema operacional. E se você já utiliza o sistema há mais tempo, mas mesmo assim deseja conhecer um pouco mais sobre seus screenshots, confira alguns métodos bastante simples e diretos.

Na maioria das instâncias do Gnome ou Unity, basta pressionar a tecla PrtScn para que um pop-up apareça na tela, permitindo a você escolher o local para salvar a imagem capturada. Para capturar apenas a janela ativa, segure a tecla Alt, como no Windows.

Linux Screenshot

Usuários do Gnome ainda podem ir até o menu e escolher Aplicativos > Acessórios > Capturar Tela.

Outra maneira de recortar seus screenshots no Linux é utilizando programas como o Gimp ou o ImageMagick para edição das imagens. Ferramentas mais completas destinadas a captura de tela também são uma boa opção, a exemplo do Shutter.

iOS (iPhone, iPad, iPod Touch)

Os dispositivos móveis da Apple possuem uma maneira simples, mas nem tão intuitiva, para capturar suas telas. Basta pressionar as teclas Home e Power ao mesmo tempo. A tela irá piscar e a captura será automaticamente adicionada ao seu álbum de fotos.

iOS Screenshot

Android

Os screenshots não são nenhum problema para quem utiliza o Android 4.0: basta pressionar e segurar os botões Power e Volume Down ao mesmo tempo para que a tela capturada apareça instantaneamente em sua galeria de fotos.

Android Screenshot

No entanto, se você utiliza uma versão mais antiga do Android, as coisas podem se tornar um pouco mais difíceis, mas não impossíveis. Alguns modelos de smartphone ou tablet possuem suas opções para screenshot nativas, como os Galaxy. Mas quem utiliza outro gadget, irá precisar usar um Android SDK (kit de desenvolvimento) ou ir até a raiz do telefone (root) para obter um aplicativo dedicado.

Para tirar screenshots usando o Android SDK, será necessário instalar o Android SDK em seu computador, conectar seu dispositivo via USB e, pelo aplicativo DDMS, escolher a opção Device > Screen Capture.

DDMS Mac Android

Kindle Touch

No Kindle, capturar uma tela é fácil e simples: pressione o botão Home por 3 segundos e toque em uma região da tela do dispositivo. Solte o botão Home após um ou dois segundos. Ao plugar o Kindle no computador via USB, você encontrará o screenshot no diretório raiz do Kindle Touch. Todas as telas são salvas no formato GIF, com 800x600 pixels de resolução.

Kindle Screenshot

Estas são as maneiras que cada sistema oferece para que o usuário capture suas telas. E você, conhece outro método nativo ou algum software indispensável para capturar telas em seu sistema operacional preferido? Conte para nós nos comentários!

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.