Brecha antiga: Windows 10 pode facilitar a entrada de malwares

Por Redação | 29 de Julho de 2015 às 19h19

Lançado oficialmente à meia noite desta quarta-feira (29), o Windows 10 pode ser mais suscetível a malwares e demais programas danosos, sem que você perceba. Não é exatamente uma falha de segurança, mas uma consequência da escolha da Microsoft por esconder as extensões dos arquivos.

Usuários que atualizaram seu sistema operacional para a nova versão já começaram a criticar as extensões escondidas. Um deles é Mikko Hypponen, CRO da F-Secure, uma empresa finlandesa que desenvolve soluções de segurança e privacidade para computadores e dispositivos móveis, que desabafou em sua conta no Twitter:

Twitter mikko Windows 10

Explicando melhor, manter arquivos com as extensões escondidas pode permitir usuários menos atentos a abrirem arquivos desconhecidos, como um "readme.txt", que, na verdade, seria um "readme.txt.exe". Ou seja, no lugar de um arquivo de texto que informa detalhes sobre o software que você deseja instalar, será aberto um arquivo executável, que vai instalar um malware ou outro programa danoso em seu computador.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A Microsoft vem sendo duramente criticada por especialistas de segurança em software por conta dessa decisão, contudo, a empresa ainda não se pronunciou publicamente a respeito da questão.

Fonte: The Daily Dot

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.