Apple procura engenheiros que entendam psicologia para aprimorar a Siri

Por Redação | 15 de Setembro de 2017 às 15h55

Muitas pessoas usam a Siri para facilitar o seu dia-a-dia, mas há aqueles usuários que também procuram a assistente virtual da Apple para desabafar e pedir conselhos. Então, a Maçã está com uma vaga aberta para contratar um engenheiro de software que tenha conhecimentos de psicologia, para fazer com a que a Siri fique ainda mais eficiente para quem a procura com questões existenciais.

No anúncio, a companhia explica que "as pessoas procuram a Siri para conversar sobre todo tipo de coisa, inclusive quando elas estão tendo um dia estressante ou têm algo sério em mente". Para se candidatar, o engenheiro precisa conhecer algoritmos que sejam capazes de escrever um código complexo, mas também ter um bom entendimento das interações humanas, ter compaixão e saber se comunicar muito bem, preferencialmente em mais de um idioma.

O debate sobre "o que significa ser humano" é uma pauta constante entre quem desenvolve inteligências artificiais, procurando maneiras eficazes de tornar as máquinas mais próximas das emoções humanas. Mas isso gera um extenso debate ético, não somente considerando o medo de as máquinas dominarem o mundo quando forem inteligentes o suficiente para tal, mas também não se sabe se as IAs conseguirão ajudar, de fato, uma pessoa enfrentando um problema grave, como se fosse uma profissional da saúde mental.

Fonte: Quarts