Apple começa a permitir login com Touch e Face ID no iCloud

Por Felipe Demartini | 08 de Julho de 2019 às 16h38
Tudo sobre

Apple

Saiba tudo sobre Apple

Ver mais

A Apple começou a implementação de seu sistema Sign in with Apple dentro de sua própria casa. Usuários das versões Beta do iPadOS, iOS e macOS já podem usar os sistemas de segurança de seus próprios dispositivos no acesso ao iCloud pelo navegador Safari, evitando a necessidade de digitação de senha e usando recursos de biometria para validação.

O sistema funciona de maneira um pouco parecida com a verificação via Face ID ou Touch ID que é feita, por exemplo, na App Store. O site é capaz de identificar que o usuário está rodando a versão Beta dos sistemas operacionais e sugere a utilização das tecnologias para verificação de identidade, que podem ser utilizadas por meio de um único clique.

A verificação, inclusive, seria automática, com todos os usuários que utilizam as versões para desenvolvedores do sistema operacional sendo redirecionados para a página beta.icloud.com, indicando que o próprio sistema, ainda, se encontra em fase de testes. De acordo com os relatos de quem usou, entretanto, tudo parece funcionar bem, com a validação sendo tão rápida quanto qualquer outra de suas utilizações, dando acesso ágil aos dados disponíveis na nuvem.

Sistema detecta automaticamente a utilização de versões Beta e sugere uso da biometria para acesso aos dados no iCloud (Imagem: Reprodução/9to5 Mac)

Anunciado durante o WWDC 2019, o sistema Sign in with Apple vem para, de acordo com a empresa, ser uma alternativa mais segura aos sistemas de login já disponíveis hoje pelas mãos de Google, Facebook e outros. Isso se deve ao fato de as credenciais do usuário não serem compartilhadas com os serviços, unindo a comodidade de não precisar realizar um novo login ou digitação de senha com a proteção que a Maçã já entrega em suas soluções biométricas.

A ideia é que todos os aplicativos disponíveis no iOS e iPadOS deem acesso a esse sistema, caso o usuário queira, enquanto a solução também fica disponível para aplicações web. A novidade chega com o lançamento das versões 13 dos sistemas operacionais móveis e também com o macOS Catalina, todos com lançamento marcado para este segundo semestre.

Fonte: 9to5 Mac

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.