Pensando em comprar um computador novo? Melhor esperar um pouco...

gvlinares / canaltech

Pensando em comprar um novo computador? Bem, melhor esperar algumas semanas. Estamos em período de transição de processadores com Intel e AMD prestes a lançar suas novas gerações no mercado com mais performance, desempenho gráfico e um menor consumo de bateria. Estas são características interessantes por si só, mas os novos produtos também trarão, de quebra, alguns benefícios indiretos, como a necessidade de uma bateria menor, tornando os novos modelos mais leves, finos e portáteis.

Ultrabook Samsung Série 9

Mais desempenho bruto é sempre bom, mas não é tão atrativo para usuários que já possuem uma máquina rápida. Em geral, a evolução entre uma geração e outra significa uns 15% ou 20% a mais de performance, não justificando a troca para quem possui a geração anterior (Ivy Bridge da Intel e Trinity no caso das APUs da AMD). Porém, um modelo que seja mais leve, fino e tenha uma autonomia de bateria maior é sempre atraente para quem passa o dia inteiro fora de casa e coloca portabilidade acima de tudo.

Quarta geração de processadores Intel

Quarta geração de processadores Intel

Assista Agora: Saiba quais são os 5 maiores problemas das empresas brasileiras e comece 2019 em uma realidade completamente diferente.

Do lado da Intel temos os novos modelos Haswell, uma evolução da geração Ivy Bridge que traz um avanço incremental no processador com a mesma litografia de 22 nanômetros. Até aí, nada de novo, mas se os anúncios da empresa estiverem corretos é a GPU integrada que será o principal argumento de vendas dessa geração. Os modelos Core i3/i5/i7 de 4ª geração trarão o GT2 (ou Intel HD 4600), que segundo a empresa oferece duas vezes mais desempenho do que o atual Intel HD 4000.

Evolução dos processadores Intel Core i e AMD Rich

Evolução dos processadores Intel Core i (tamanho da GPU dentro do processador) comparado com o Richland da AMD

A AMD responderá com duas famílias diferentes voltadas para públicos específicos. Temos o Richland, APU de terceira geração que é basicamente uma versão melhorada do Trinity com frequências maiores, indicado para quem quer um bom desempenho gráfico em notebooks, e o Kabini, voltado para ultrafinos com um baixíssimo consumo de energia (como os modelos ULV dos Ultrabooks Intel) e uma performance gráfica consideravelmente superior em relação à geração passada.

Séria AMD Radeon 8000

Séria AMD Radeon 8000

Em ambos os casos, temos um aumento incremental de CPU e bastante significativo de GPU, o que faz sentido se considerarmos que o foco atual é entretenimento visual e aplicações gráficas. Tanto o GT2 do Haswell quando os modelos Radeon HD 8000 do Trinity/Kabini focam em atender a essa demanda, oferecendo uma experiência visual melhor e capacidade de sustentar resoluções mais altas.

PC novo

Devemos esperar um pouco para ter todas essas vantagens? Sim, mas esse não é o único motivo. A geração atual ainda possui um excelente desempenho, e seus preços naturalmente cairão quando a próxima geração chegar às prateleiras. Ficar de olho em um modelo e esperar um pouco pode significar uma economia de algumas centenas de reais, o que é interessante para todo mundo tanto em relação a desktops como notebooks e Ultrabooks/ultrafinos.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.