Pensando em comprar um computador novo? Melhor esperar um pouco...

Por Pedro Cipoli
photo_camera gvlinares / canaltech

Pensando em comprar um novo computador? Bem, melhor esperar algumas semanas. Estamos em período de transição de processadores com Intel e AMD prestes a lançar suas novas gerações no mercado com mais performance, desempenho gráfico e um menor consumo de bateria. Estas são características interessantes por si só, mas os novos produtos também trarão, de quebra, alguns benefícios indiretos, como a necessidade de uma bateria menor, tornando os novos modelos mais leves, finos e portáteis.

Ultrabook Samsung Série 9

Mais desempenho bruto é sempre bom, mas não é tão atrativo para usuários que já possuem uma máquina rápida. Em geral, a evolução entre uma geração e outra significa uns 15% ou 20% a mais de performance, não justificando a troca para quem possui a geração anterior (Ivy Bridge da Intel e Trinity no caso das APUs da AMD). Porém, um modelo que seja mais leve, fino e tenha uma autonomia de bateria maior é sempre atraente para quem passa o dia inteiro fora de casa e coloca portabilidade acima de tudo.

Quarta geração de processadores Intel

Quarta geração de processadores Intel

Do lado da Intel temos os novos modelos Haswell, uma evolução da geração Ivy Bridge que traz um avanço incremental no processador com a mesma litografia de 22 nanômetros. Até aí, nada de novo, mas se os anúncios da empresa estiverem corretos é a GPU integrada que será o principal argumento de vendas dessa geração. Os modelos Core i3/i5/i7 de 4ª geração trarão o GT2 (ou Intel HD 4600), que segundo a empresa oferece duas vezes mais desempenho do que o atual Intel HD 4000.

Evolução dos processadores Intel Core i e AMD Rich

Evolução dos processadores Intel Core i (tamanho da GPU dentro do processador) comparado com o Richland da AMD

A AMD responderá com duas famílias diferentes voltadas para públicos específicos. Temos o Richland, APU de terceira geração que é basicamente uma versão melhorada do Trinity com frequências maiores, indicado para quem quer um bom desempenho gráfico em notebooks, e o Kabini, voltado para ultrafinos com um baixíssimo consumo de energia (como os modelos ULV dos Ultrabooks Intel) e uma performance gráfica consideravelmente superior em relação à geração passada.

Séria AMD Radeon 8000

Séria AMD Radeon 8000

Em ambos os casos, temos um aumento incremental de CPU e bastante significativo de GPU, o que faz sentido se considerarmos que o foco atual é entretenimento visual e aplicações gráficas. Tanto o GT2 do Haswell quando os modelos Radeon HD 8000 do Trinity/Kabini focam em atender a essa demanda, oferecendo uma experiência visual melhor e capacidade de sustentar resoluções mais altas.

PC novo

Devemos esperar um pouco para ter todas essas vantagens? Sim, mas esse não é o único motivo. A geração atual ainda possui um excelente desempenho, e seus preços naturalmente cairão quando a próxima geração chegar às prateleiras. Ficar de olho em um modelo e esperar um pouco pode significar uma economia de algumas centenas de reais, o que é interessante para todo mundo tanto em relação a desktops como notebooks e Ultrabooks/ultrafinos.