Office 2013 ou Office 365: qual escolher?

Por Pedro Cipoli

A Microsoft renovou a sua famosa linha de aplicativos para escritório lançando não somente uma, mas duas versões do Office, e aqueles que estão pensando em fazer um upgrade muitas vezes não sabem a diferença entre uma versão e outra. Tanto o Office 2013 quanto o Office 365 possuem versões para Windows 7, 8 e Mac OS X (não, não há uma versão para o bom e velho XP), e não há um desconto para quem já possuía as versões anteriores. Agora que sabemos em que os dois programas são iguais, vamos ver as diferenças entre um e outro.

O Office 2013 é uma atualização do Office 2010, funcionando da mesma maneira: basta adquirir uma licença para o computador onde pretenda utilizá-lo e começar a usar. Simples assim: basta pagar uma vez e utilizar quando quiser. E nada de querer instalá-lo em outra máquina, pois depois da instalação não é possível "migrá-lo" para outro PC, já que ela só é válida para a primeira instalação.

Office 2013

O Office 365 funciona de uma forma um pouco diferente. Em vez de comprar uma licença, é necessário fazer uma assinatura anual. Com ela é possível instalar a suíte de escritório em até 5 PCs ou Macs diferentes e a conta da Microsoft utilizada ganha mais 20 GB de armazenamento no Skydrive. Se a assinatura não for renovada após um ano, todos os programas são automaticamente desinstalados.

Office 365

Disponível em 3 versões diferentes, o Office 2013 traz preços bastante diferentes dependendo dos aplicativos que estão inclusos no pacote: a versão Home and Student (Word, Excel, PowerPoint e OneNote) sai por R$ 179, a Home and Business (todos os programas anteriores mais o Outlook) custa R$ 589, e a Professional (todos os prgramas anteriores mais Publisher e Access) sai por R$ 1079, lembrando que é possível utilizar a licença em apenas uma máquina.

Home and Student

Home and Business Professional

Home and Business
Professional

Já o Office 365 custa R$ 179 por ano e inclui todos os programas da versão Professional para até 5 máquinas, sendo necessário estar conectado à internet para utilizar os aplicativos e ter sincronização de arquivos pelo Skydrive e integração com o Skype. Quem opta por essa versão também ganha atualizações para as próximas edições do Office, desde que mantenha a sua assinatura.

Office 365

Agora a pergunta de um milhão: qual escolher? A resposta depende muito do tipo de uso de cada pessoa. Para pessoas que normalmente só trabalham em uma máquina, o Office 2013 é a melhor opção, mas para aqueles que possuem vários dispositivos, como um PC no escritório, outro no quarto, um notebook na mochila e assim por diante, a assinatura anual é mais vantajosa, além de dar acesso a todos os programas da suíte.

Comprou uma das novas versões do Office? Conte-nos o que achou nos comentários!

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.