Montagens pornográficas no Photoshop podem render multa de US$ 1.000

Por Redação | 19 de Fevereiro de 2013 às 09h40

Um legislador do estado da Georgia, Estados Unidos, está apoiando um projeto de lei que visa multar em US$ 1.000 (cerca de R$ 2 mil) as pessoas que utilizarem o Photoshop para criar imagens pornográficas. A ideia é que a punição vá para quem imponha eletronicamente a imagem facial de uma pessoa em uma representação visual de um indivíduo exibindo nudez ou conduta sexual.

Segundo informações da Fox News, após encabeçar esse projeto de lei que quer criminalizar o uso de programas de edição de imagem, o democrata Earnest Smith viu uma montagem com a foto de seu rosto sobre o corpo de um ator pornô circular pela web. A imagem foi criada pelo blogueiro Andre Walker, do 'Georgia Unfiltered', exatamente para zombar da decisão do político.

Smith introduziu a proposta há cerca de um ano, mas renovou suas forças para lutar em favor dela depois de ver sua imagem postada pelo blogueiro. "Todo mundo tem direito à privacidade. Ninguém tem o direito de tirar sarro de ninguém. Não é um direito da Primeira Emenda", alega o legislador. A Primeira Emenda é uma parte da declaração dos direitos dos Estados Unidos que impede o Congresso norte-americano de infringir alguns direitos fundamentais.

Quando perguntado se ele achava que seu projeto de lei teria como alvo as paródias – que são protegidos pela Primeira Emenda – ele disse que não importava. "Eles (os criadores da paródia) vivem para isso. Eles são vulgares", finalizou Smith.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.