Microsoft reduz preços do Azure para competir com a Amazon

Por Redação | 01.04.2014 às 17:11

A Microsoft cumpriu sua promessa de ficar de olho na concorrência para oferecer valores competitivos aos clientes do Azure, sua plataforma de computação e armazenamento na nuvem. As reduções anunciadas pela empresa vão de 27% a 65% e atingem praticamente todos os produtos da companhia para clientes corporativos.

Os serviços de armazenamento e LRS foram os que mais receberam cortes, que variam de 44% a 65% para o primeiro e de 65% para o segundo. Já a computação na nuvem recebeu reduções de 27% a 35%, de acordo com o plano escolhido pelos clientes, encabeçando uma lista que pareia os valores da Microsoft àqueles oferecidos pela Amazon, que hoje é sua principal concorrente nesse mercado.

Aproveitando as reduções de preço, a Microsoft também anunciou uma série de novos serviços que devem ser aplicados a partir de maio. Entre eles estão um novo nível de redundância para o armazenamento Block Blob, que fará três cópias dos arquivos dos clientes em locais diferentes, além de um novo segmento para aplicações que necessitam de um auto consumo de memória e recursos.

Além disso, a empresa pretende lançar, nos próximos meses, uma série de preços regionais, que melhor atendam às necessidades de cada mercado e de empresas locais. A Microsoft, por outro lado, não revelou quais serão os primeiros países a contar com esse tipo de serviço dedicado.