Microsoft quer que outros desenvolvedores trabalhem com o Xbox Music

Publieditorial | 21 de Agosto de 2014 às 11h20
photo_camera The Verge

Os desenvolvedores de softwares interessados em utilizar uma API musical em suas soluções já podem contar com o Xbox Music no rol de opções disponíveis. A Microsoft começou a oferecer sua plataforma de música a todos que quiserem trabalhar com ela, principalmente em aplicações voltadas para a web ou para os sistemas operacionais Android e iOS.

O objetivo da empresa, como informa o Porta 25, é tornar as soluções mais versáteis e acessíveis a uma quantidade maior de usuários. Com a presença do Xbox Music não apenas de forma “pura”, mas também em outras aplicações, os utilizadores podem conhecer a oferta de faixas e descobrir novas maneiras de interagir com o mundo da música pelas mãos de produtores parceiros.

Para facilitar a vida de quem trabalha com isso, a Microsoft também publicou um texto em seu blog oficial (em inglês) com diversas informações e indicações do que fazer. Dá para, por exemplo, saber como vai funcionar o sistema de afiliação que vai gerar ganhos aos desenvolvedores, bem como conferir detalhes sobre a API e seus recursos, além de tutoriais que devem possibilitar uma melhor integração entre os recursos dos aplicativos e o Xbox Music.

De todos estes, porém, é justamente o programa de parceria que a Microsoft quer incentivar. Por meio da transferência de usuários dos apps de terceiros para o Xbox Music, a empresa deseja pagar os produtores de software pelo tráfego adicional. Atualmente, por exemplo, 10% de todos os pagamentos do Music Pass, que dá acesso ao serviço, são repassados aos produtores todos os meses. E essa é apenas uma das opções de monetização disponíveis.

Além disso, Redmond também está de olho na utilização de opções web e no Windows 8.1 lado a lado com os smartphones e tablets. O programa de afiliação, por exemplo, também funciona fora do mundo mobile, assim como todas as opções de integração do Xbox Music a aplicativos de terceiros. A ideia é criar uma experiência única e similar em boa parte dos dispositivos, de forma que o usuário possa começar a experiência em um deles e passar para outros de forma mais rápida e direta.

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.