Microsoft lança plataforma de conteúdo para Big Data e Cloud Computing

Por Redação | 16 de Abril de 2014 às 18h58
TUDO SOBRE

Microsoft

A Cloud Computing e o Big Data, assim como a Internet das Coisas, são tendências não só para o público, mas especialmente para ambientes corporativos. E a Microsoft, que detém grande parte dos bancos de dados em todo o mundo, não perde tempo para lucrar: a companhia anunciou nesta quarta-feira (16) uma plataforma que promete facilitar o manuseio de informações em massa. A notícia foi veiculada pelo site Venture Beat.

De acordo com o anúncio feito pelo CEO Satya Nadella, em evento realizado para clientes em São Francisco, a Microsoft está apta a realizar gerenciamento, armazenamento, transmissão e análise de grande quantidade de dados, unindo os poderes do Office, do Azure e do SQL Server 2014. Isso inclui a possibilidade de realizar ações em dispositivos móveis e também a Internet das Coisas.

"Queremos uma abordagem estrutural que junte diferentes produtos – do Excel passando para o SQL e terminando no Hadoop – para criar essa noção de ambiente inteligente", afirmou o executivo.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A maior novidade no evento foi o lançamento do SQL Server 2014, que, de acordo com Nadella, possui a tecnologia "in-memory", o que acelera seu acesso. A plataforma atuaria ao lado do Analytics Platform System e poderia unir ações com diferentes dados massivos em funções distintas, tudo em tempo real.

NADELLA

O Azure Intelligent Systems é direcionado para serviços relacionados à Internet das Coisas. Com ele, o cliente poderá coletar dados de todos os sensores e servidores disponíveis.

Já o Office vai interagir nesse ambiente com ferramentas já lançadas, como as Power Business Intelligence Tools, que podem unir recursos do PowerPoint e do Excel em rede local ou em nuvem com o objetivo de criar gráficos inteligentes e animações interativas, por exemplo.

A ideia é unir todos os recursos de Big Data e Cloud Computing em softwares já conhecidos, para que sejam interfaces amigáveis aos que já utilizam e também aos não-iniciados nesse novo modelo de negócios. Com a novidade, uma empresa poderá, por exemplo, cruzar dados de mecanismos de busca e redes sociais para encontrar a melhor oportunidade de lucro em determinada região e público-alvo.

"Todas as características dos negócios da Microsoft foram fundamentalmente transformadas devido ao conteúdo. Para lidar com essa plataforma, é necessário que haja essa cultura do conteúdo dentro da sua organização".

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.