Microsoft está devolvendo dinheiro a quem comprou o Office para iPads e iPhones

Por Redação | 10 de Novembro de 2014 às 12h11

Na semana passada, a Microsoft fez do Office um software gratuito para tablets e smartphones. Cogitada há algum tempo, a novidade não surpreendeu muito os especialistas, mas deu o primeiro sinal de que Redmond está querendo sim transformar esses tipos de aparelhos em plataformas de trabalho e produtividade.

Apesar dessa atitude ser bacana e útil para muita gente, alguns usuários do pacote Office em iPhones e iPads poderiam se sentir lesados. Isso porque o software contava com planos pagos que iam de US$ 6,99 por mês a US$ 69,99 anuais para ser utilizado no sistema iOS. Para que fosse possível utilizar os programas da Microsoft de forma integrada em cinco computadores e tablets, o preço subia para US$ 99,99 por ano.

Fazendo valer o seu direito

Outra novidade é que, com a atualização para a versão gratuita do Office, é possível editar e armazenar documentos na nuvem – antes da mudança, era possível apenas visualizar as informações. Dessa maneira, quem atualizar para o modelo “freemium” acabaria perdendo dinheiro. Com o objetivo de impedir que isso aconteça e de gerar uma imagem ruim, a Microsoft decidiu devolver o dinheiro de quem pagou pelo suíte de aplicativos anteriormente.

Essa devolução acontecerá até o dia 31 de janeiro do próximo ano e cobrirá todos os usuários cujos pedidos de algum pacote do Office tenham sido feitos até o dia 27 de março deste ano. No entanto, o site Phone Arena alerta para que você fique atento na forma como a compra procedeu. Caso você tenha adquirido o Office através da Microsoft ou uma revendedora, é com essa organização que a comunicação deve acontecer. Se foi através do iTunes, é com eles que você deve falar.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.