Glonass: sistema russo de GPS passa por problemas

Por Redação | 03.04.2014 às 18:08
photo_camera Wikimedia

Usuários que dependem de sistema de navegação via satélite enfrentaram problemas esta semana, quando o sistema de posicionamento russo Glonass passou por problemas. Até o momento, o que causou a falha continua sendo um grande mistério. As informações são do IT World.

Ontem, a maioria dos 24 satélites que estão espalhados pelo mundo e compõem o sistema começou a transmitir informações incorretas sobre suas localizações. Para que receptores consigam definir corretamente sua localização, eles dependem de informações precisas recebidas dos satélites no espaço. Com isso, vários usuários ao redor do mundo passaram por problemas. Apesar do sistema americano NavStar Global Positioning System (GPS) ser o melhor para navegação e não ter sido afetado pela falha, alguns receptores de GPS modernos também usam dados do Glonass para conseguir uma posição mais precisa.

Por meio de informações recebidas de diversos satélites em órbita, os receptores conseguem calcular sua posição atual. Quanto maior o número de satélites, maior a precisão. Porém, o sistema russo não estava conseguindo fixar uma posição, o que deixou muitos usuários desamparados.

O problema com o sistema russo afetou principalmente usuários em grandes cidades, onde existem arranha-céus e prédios altos, que bloqueiam boa parte do céu e atrapalham a recepção dos sinais. Usuários de smartphones tiveram que se virar da melhor forma possível, mas usuários profissionais não sofreram tanto com a instabilidade do serviço. Eles puderam desativar o uso de dados do Glonass em seus aparelhos receptores e minimizar os problemas.

A agência espacial russa confirmou que a falha atingiu todos os satélites do sistema em determinado momento. Ontem mesmo ela foi corrigida, 11 horas após ter entrado em ação. O mais provável é que tenha acontecido um erro com os dados que os satélites usam para determinar suas próprias posições.

Atualmente, o sistema de navegação por satélite tem grande importância para a economia global. A indústria de logística depende dele para gerenciar o fluxo global de alimentos, aviões o utilizam para se localizarem no ar e os sinais de tempo transmitidos por eles ajudam inúmeros sistemas automatizados a se manterem precisos.