Bug #1 do Ubuntu foi fechado depois de nove anos

Por Colaborador externo | 28 de Abril de 2014 às 12h20

Por Vinícius Souza*

Não sei se tiveram a oportunidade de verificar qual o primeiro Bug reportado no Ubuntu, por Mark Shuttleworth, lá em 2004.

O título do Bug: Microsoft has a majority market share (Microsoft possui a maior parte do mercado)

A descrição fica ainda melhor: "Microsoft has a majority market share in the new desktop PC marketplace. This is a bug which Ubuntu and other projects are meant to fix. As the philosophy of the Ubuntu Project states, 'Our work is driven by a belief that software should be free and accessible to all'".

O report do bug pode ser conferido na integra nessa url: https://bugs.launchpad.net/ubuntu/+bug/1

A notícia não é nova, o Bug foi fechado em 30/05/2013. Mas ainda assim vale algumas considerações.

No texto de fechamento do bug, Mark descreve a mudança do cenário atual de devices comparada com 2004 e o excelente trabalho realizado pelos engenheiros da Microsoft para disponibilizar várias distribuições de Linux para seus clientes, segue o texto.

On Thu, May 30, 2013 at 12:38 PM, Mark Shuttleworth

email address hidden> wrote:

Personal computing today is a broader proposition than it was in 2004:

phones, tablets, wearables and other devices are all part of the mix for our digital lives. From a competitive perspective, that broader market has healthy competition, with IOS and Android representing a meaningful share

It’s worth noting that today, if you’re into cloud computing, the Microsoft IAAS team are both technically excellent and very focused on having ALL OS’s including Linux guests like Ubuntu run extremely well on Azure, making them a pleasure to work with.

Quis trazer esse assunto à tona novamente, depois de quase um ano para salientar o trabalho que tem sido realizado pela Microsoft no para ser cada vez mais interoperável, abraçando tecnologias open source e no desenvolvimento de padrões de mercado.

* Vinícius Souza tem foco em desenvolvimento, em especial de Windows 8 e Azure, além disso tem experiência em algumas tecnologias OpenSource de desenvolvimento e conduz várias ações com a comunidade para projetos envolvendo Interoperabilidade.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.