Samsung desmente rumores de que estaria abandonando o Android Wear

Por Redação | 31 de Maio de 2016 às 13h05

Há alguns dias, a Samsung se pronunciou sobre sua saída do mercado de smartwatches com Android Wear. No entanto, a gigante não está aparentemente tão certa assim de que irá abandonar essa versão do SO e disse que a interpretação do comunicado foi feita de forma equivocada: ao contrário do que o portal de notícias Fast Company havia informado, os executivos da Samsung não sabem — ainda — se irão mesmo focar seu potencial no Tizen para os relógios inteligentes da marca.

Em um comunicado oficial feito pela empresa, a Samsung afirma que discorda das informações que rondam a web e que não tem planos de deixar nenhuma das plataformas ou sistemas onde atua no momento. Embora a nota tenha sido bastante clara, é inegável que o discurso da marca também é bastante vazio. Também é importante lembrar que "não abandonar o Android Wear" não significa exatamente continuar desenvolvendo gadgets que utilizem o sistema.

Tizen OS Samsung

(Imagem/Reprod.: PC Advisor)

Aproximadamente dez dias atrás, a Fast Company havia informado que, de acordo com executivos da própria Samsung, a empresa havia encontrado no Tizen uma alternativa superior ao Android Wear no que diz respeito ao desempenho de bateria em smartwatches. Entretanto, é muito provável que a coreana tenha optado por um sistema proprietário porque isso a permite controlar melhor a integração entre relógios e smartphones da marca.

Mesmo contando com novidades muito aguardadas desde seu lançamento, a segunda versão do Android Wear não permite às fabricantes personalizar tanto sua interface como é feito nos smartphones. Com a Samsung desenvolvendo tanto o hardware quanto o software desses dispositivos, em tese seria possível extrair mais de ambas as partes para entregar um produto melhor ao usuário final, mesmo que para isso a coreana tenha de sacrificar todo o ecossistema da Google que o Android Wear traz consigo.

O último smartwatch lançado pela empresa é o Gear S2, que conta com 512MB de memória RAM, 4GB de armazenamento interno, tela circular AMOLED de 1,2 polegadas com resolução de 360x360 pixels, processador dual-core de 1GHz, bateria de 260mAh e o Tizen OS como sistema operacional embarcado. Será que dessa vez o sistema vai para frente?

Via: Engadget

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!