Pesquisa afirma que quase todos que testaram o Apple Watch decidiram comprá-lo

Por Redação | 13.04.2015 às 15:03

Uma pesquisa informal feita com os vendedores das lojas da Apple mostra que a Maçã deve ter motivos para celebrar: praticamente todos os clientes que visitaram uma Apple Store para testar o novo relógio inteligente da empresa, o Apple Watch, se mostraram interessados em garantir seu gadget na ainda pré-venda. As informações são do Apple Insider.

Timothy Arcuri, da empresa especializada em pesquisas de mercado e gestão financeira Cowen and Company, visitou diversos varejistas da Apple em São Francisco e região (EUA), e conversou com os funcionários sobre as experiências dos clientes com os Apple Watches durante o final de semana, começando na sexta-feira (10).

De acordo com a pesquisa conduzida por Arcuri, um número entre 85% e 90% dos clientes que haviam se comprometido a ir até uma loja testar o novo gadget saíram de lá tendo garantindo sua compra na pré-venda. Isso significaria, segundo o pesquisador, que a Apple pode esperar, facilmente, um milhão de aparelhos vendidos apenas no primeiro final de semana.

Outra companhia de pesquisa, a Slice Intelligence, traz notícias ainda melhores para a empresa da Maçã. Segundo essa consultoria, o primeiro milhão de unidades comercializadas do gadget pode ter sido atingido ainda no primeiro dia de vendas, sexta-feira, 10 de abril. A pesquisa da Slice Intelligente baseou-se nas respostas de mais de 9 mil compradores na internet.

Timothy Arcuri mantém suas apostas de que a Apple chegará aos 3 milhões de smartwatches vendidos até o final de junho, e crê ainda que esse número deverá subir para 7 milhões até o final de setembro, com preços por volta de US$ 450 (R$ 1.400) e depois caindo para cerca de US$ 420 (R$ 1.300), respectivamente. Por fim, a expectativa de Arcuri para daqui a um ano é de que mais de 31 milhões de Apple Watches tenham sido comercializados, o que significaria o melhor ano inicial de vendas de um produto na história da empresa.