Montblanc entra para o ramo dos smartwatches com Android Wear 2.0

Por Redação | 17.03.2017 às 18:35

Mais uma empresa de relógios entrou na era dos wearables: a tradicionalíssima Montblanc acaba de lançar sua primeira coleção de smartwatches, em parceria com o Google. A empresa manteve o estilo luxuoso e resolveu inovar com materiais premium e tecnologia de ponta.

Durante o evento de lançamento, o CEO da Montblanc, Jérôme Lambert, foi acompanhado por David Singleton, vice-presidente de engenharia do Android Wear, para apresentar a Summit Collection e as funcionalidades que melhoram a vida dos usuários.

Além de anunciar a parceria com o gigante do Android, os executivos mostraram as funcionalidades do novo relógio, que roda o sistema operacional Android Wear 2.0 e conta com um monitor de frequência cardíaca para aferir com alta precisão a aptidão ao fitness. O smartwatch ainda traz uma seleção de aplicativos pré-instalados, incluindo Uber, Foursquare e Runtastic.

O modelo traz uma tela AMOLED redonda de 1,39 polegada (400 x 400 pixels) toda coberta por cristal curvo de safira. E ele é robusto, com caixa de 1,25 cm de espessura. Fora o visual brilhante da tela, as pulseiras podem ser trocadas. Na lateral da caixa, o relógio traz um botão em forma de coroa, mas que não gira para acertar os ponteiros virtuais (como no Apple Watch).

Do ponto de vista estético, a introdução do cristal de safira curvo é utilizado mundialmente em um smartwatch pela primeira vez, adicionando beleza ainda mais clássica a um relógio digital definido por sua aparência clássica e vintage inspirada na icônica Coleção 1858 da Maison.

Por baixo do capô, o Summit traz um processador Snapdragon Wear 2100, 512 MB de RAM e 4 GB de armazenamento interno, com conectividade Bluetooth e Wi-Fi (mas sem NFC). Ele ainda é resistente a água e poeira. O relógio funciona tanto com smartphones Android quanto com iPhones.

O Summit chega aos mercados americano e britânico a partir de maio, desembarcando em mais países até o final de julho, custando a partir de US$ 880 e chegando a US$ 1.170.

Via The Verge