Jornalista testou Apple Watch de ouro e detestou atendimento

Por Redação | 10.04.2015 às 12:32

O Apple Watch chega às lojas de vários países no dia 24 de abril, mas a pré-venda oficial começou nesta sexta-feira (10). Para quem tinha dúvidas se a novidade seria um sucesso, é bom avisar que vários modelos se esgotaram nos três primeiros minutos, e até mesmo a versão Edition de US$ 17 mil esgotou já na sua primeira hora de pré-venda.

Por enquanto não sabemos quando o Apple Watch vai chegar ao Brasil, mas desde a última quarta-feira (8) as primeiras análises sobre o gadget começaram a surgir na internet, graças a diversos veículos da imprensa internacional que tiveram acesso às primeiras unidades para testes. Os especialistas ficaram divididos, e não houve uma opinião unânime sobre o produto.

A maioria dos profissionais teve acesso a versões mais "modestas" do relógio inteligente, como o modelo Sport, que custa entre US$ 349 e US$ 399, mas o Business Insider conseguiu colocar as mãos no mais cobiçado dos modelos: o Apple Watch Edition e seu ouro 18 quilates. Até então, poucas pessoas haviam divulgado suas impressões sobre o modelo que custa mais de US$ 10 mil, com destaque para o músico Pharrell Williams, que utilizou (e promoveu) a novidade recentemente no programa The Voice.

De acordo com o relatório do Business Insider, enquanto as demais versões do dispositivo foram exibidas em mesas comuns do salão da Apple Store, o modelo Edition estava guardado em um cofre especial de um área privada, localizada no andar superior da loja, longe dos olhos do público em geral e com direito a um segurança e um funcionário dedicado à apresentação do gadget de ouro. Não é para menos, o modelo em questão era o de US$ 17 mil (equivalente a mais de R$ 51 mil).

Apple Watch Edition

Apple Watch Edition (Imagem: Business Insider)

O jornalista que avaliou o gadget conta que não conseguiu obter muitas informações sobre o material de construção do dispositivo, e outros detalhes, pois o funcionário da Apple não estava preparado o suficiente para responder suas questões. Aliás, essa foi a principal reclamação: o atendimento. "Você espera um nível maior de serviço ao cliente quando você está comprando um produto com um preço enorme", escreveu Rob Price. "Ele colocou o relógio no meu pulso de cabeça para baixo".

Na hora de verificar o funcionamento do sistema operacional, apenas uma demonstração programada aparece na tela, ou seja, você pode ter uma ideia de como a interface do usuário funciona na teoria, mas ainda não pode saber como o relógio funciona na prática. Como comprar um produto de R$ 50 mil que você sequer consegue realmente testar?

Apple Watch Edition

Apple Watch Edition (Imagem: Business Insider)

Apesar desses detalhes relacionados ao atendimento que afetaram sua experiência com o modelo de luxo, o jornalista classificou o relógio inteligente da Apple como um dispositivo "fantástico", com destaque para a versão Watch com pulseira de aço inoxidável – citado como seu predileto.

Ele também deu pontos positivos para a versão Edition com pulseira esportiva, feita de fluorelastômero, que mesmo sendo uma espécie de "borracha" ainda consegue ser surpreendentemente luxuosa. “É uma pena que o serviço ao cliente no teste do Apple Watch Edition deixou muito a desejar na minha experiência”, disse.

Apple Watch Edition Esportivo

Apple Watch Edition Esportivo (Imagem: Business Insider)

O que será que Steve Wozniak acharia desse atendimento? O próprio cofundador da Apple já afirmou que não compraria o Apple Watch Edition.