Fitbit anuncia Versa 2, relógio integrado à Alexa e monitoramento pago de saúde

Por Rafael Arbulu | 29 de Agosto de 2019 às 12h13
(Foto: Sarah Tew/CNET)

Setembro pode muito bem ser o mês dos smartwatches em 2019: além da possibilidade da Apple mostrar um novo (ou uma nova edição de um velho) Apple Watch, já é confirmado que a Samsung também vai revelar um novo aparelho próprio para o setor.

Mas é a Fitbit quem promete se destacar da concorrência com a chegada do Versa 2, marcada para 15 de setembro. Segundo divulgação feita nesta quarta-feira (28), o aparelho vestível trará um display aprimorado, bateria com maior duração e processador mais rápido, além de integração com a Alexa, a assistente virtual da Amazon.

Fitbit Versa 2: integração com Alexa, Spotify e novo serviço de assinatura de monitoramento fitness (Foto: Sarah Tew/CNET)

A Fitbit ainda aproveitou a oportunidade para anunciar um novo serviço de monitoramento de saúde: apelidado de Fitbit Premium, a novidade custará US$ 10 (R$ 41,70) mensais, ou US$ 80 (R$ 333,48) na assinatura anual. A plataforma oferecerá guias de saúde contendo orientações de exercícios e com objetivos específicos para o usuário, como perda de peso, treinos de força, guias de contagem de calorias — o interessante, segundo a empresa, é que os planos são específicos para o seu corpo e sua rotina, pois são criados com base nos dados da sua rotina de atividades físicas.

No que tange às interações com a Alexa, o Versa 2 deve trazer a maior parte da responsividade da assistente virtual aos seus comandos: pela primeira vez na história da marca, o smartwatch trará reconhecimento de voz, acionável ao segurar o único botão do aparelho. Isso “chamará” a interface da Alexa, que ouvirá seu comando. Ao contrário dos alto-falantes inteligentes Echo, da Amazon, você não ouvirá aqui a voz da interface: o smartwatch não terá alto-falantes próprios.

No mais, tudo igual: será possível sincronizar a assistente no relógio com o seu smartphone, seja ele iOs ou Android (desde que tenha o app da Alexa instalado), e os comandos variam desde busca por informações gerais, consulta e agendamento de compromissos e controle de dispositivos inteligentes da casa.

Aparelho terá preço sugerido de US$ 200 e deve chegar ao mercado em 15 de setembro de 2019 (Foto: Sarah Tew/CNET)

Outra nova funcionalidade, apesar de essa ser uma espécie de meia verdade, é a integração com o Spotify: a linha Versa já teve integrações com serviços como Deezer e Pandora no passado, mas a entrada do serviço de streaming de música sueco é a primeira da marca. Mas isso vem com uma ressalva: não é uma integração “com o Spotify” em si, mas sim uma conectividade que oferece controles e comandos do app correspondente instalado em seu smartphone. Em outras palavras, as músicas baixadas pelo Spotify Premium não serão armazenadas no Versa 2.

Movendo-se contra a tendência, porém, o Versa 2 não trará rastreamento de usuário via GPS, tampouco a função de eletrocardiograma (ECG) que vem se tornando comum a todos os relógios inteligentes do mercado.

Fonte: CNET

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.