TAG Heuer, Google e Intel anunciam parceria para fabricação de smartwatch

Por Redação | 19 de Março de 2015 às 15h30

Mais um nome de peso acaba de anunciar sua entrada no mercado de relógios inteligentes. A TAG Heuer, conceituada marca suíça do ramo, revelou nesta quinta-feira (19) uma parceria com a Intel e o Google para produção de um smartwatch com Android Wear, que vai usar componentes exclusivos da fabricante de chips e deve chegar às lojas de alguns países do mundo já no final deste ano.

O anúncio não veio acompanhado de muitos detalhes, como design dos primeiros modelos ou funções que possam diferenciá-los de concorrentes como o Moto 360 e o Apple Watch, por exemplo. Por outro lado, dá para imaginar que a TAG Heuer vai manter sua tradição também com seu smartwatch, trabalhando em produtos que sejam ao mesmo tempo voltados para os mercados esportivo e de luxo, trazendo linhas marcantes e bastante resistência a quedas e poeira. O preço, claro, deve ser alto, mas de acordo com o público que a marca deseja atingir.

Todo o design do produto será feito pela própria TAG, enquanto o Google entrará com as funções de seu sistema operacional para relógios. Enquanto isso, a Intel trabalha por trás de tudo isso na fabricação do smartwatch, marcando mais um passo em uma empreitada mobile que vem aplicando já há alguns anos como uma forma de se desvencilhar da dependência total no mercado de PCs, que vem apresentando uma queda nas vendas que impacta diretamente em seus segmentos de componentes para esse fim.

Como categorizou o CEO da TAG Heuer, Jean-Claude Biver, trata-se de uma parceria em que todos ganham. A companhia já vinha flertando em fazer parcerias com empresas do Vale do Silício há algum tempo, e agora, cria um “conjunto rico de sinergias” que vão garantir um gigantesco potencial para todas as envolvidas.

Vale citar, inclusive, que esse não é exatamente o primeiro contato da empresa suíça com o mercado de relógios inteligentes, apesar da interação anterior não ter sido exatamente como ela gostaria. Como revelou o próprio Biver em julho do ano passado, a TAG Heuer esteve também em contato com a Apple nos momentos iniciais de desenvolvimento e produção do Watch, tendo, inclusive, perdido seu diretor de vendas para a empresa de Cupertino. A parceria, porém, parece não ter ido adiante, já que a Maçã decidiu lançar seu produto com as próprias mãos, sem associá-lo, pelo menos por enquanto, a marcas conhecidas do mercado.

Enquanto isso, antes mesmo do anúncio desta semana, a Intel também já dava seus pulos no segmento dos smartwatches. Ela também trabalha ao lado da Fossil na produção de um mercado inteligente e tem uma pulseira tecnológica, a Mica, já no mercado. O foco aqui, porém, é no segmento de fitness em uma parceria com a Opening Ceremony.

Na mesma medida, rumores recentes apontam que o Google estaria incrementando a oferta de funcionalidades do Android Wear para não apenas apresentar diferenciações em relação ao produto da Maçã, mas até mesmo ganhar integração com o iOS. Com as novas notícias, pelo que parece, vai ter opção para todos os gostos no setor.

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!