Samsung deve lançar versão do relógio Galaxy Gear com acesso às redes 3G

Por Redação | 07.04.2014 às 17:30
photo_camera Divulgação

Apesar do Galaxy Gear não ter sido muito bem recebido pela imprensa e usuários, os investimentos da Samsung no mercado de relógios inteligentes estão longe de terminar. E no que depender de um novo rumor, a fabricante planeja lançar novas versões do smartwatch, uma delas com suporte à conexão 3G.

De acordo com o site cul-coreano Korea Herald, o dispositivo ganhou o nome provisório de Gear Solo, proveniente de uma patente registrada pela Samsung na Coreia do Sul. Como informa o PhoneArena, a companhia deve equipar no aparelho a tecnologia de cartões USIM (Módulo Universal de Identificação de Assinante, na tradução livre), para permitir que o gadget se conecte às redes de terceira geração.

O Korea Herald ainda afirma que a Samsung fechou uma parceria com a operadora SK Telecom para lançar o Gear Solo na Coreia do Sul assim que ele for disponibilizado – até o momento, não existem data ou preço oficiais para que isso aconteça. Outras informações apontam que, pelo fato do relógio vir com 3G, ele poderá fazer ligações telefônicas sem a necessidade de um smartphone, além de trazer uma bateria mais eficiente para tornar seu uso mais prático e durável durante todo o dia.

Enquanto a Samsung não confirma oficialmente o suposto Gear Solo, a empresa segue com o Galaxy Gear 2. Com design mais moderno e discreto, o aparelho possui um display Super AMOLED de 1,63 polegada (resolução de 320 x 320 pixels), processador dual-core de 1 GHz, 512 MB de memória RAM, bateria de 300 mAh e espaço interno de 4 GB. Também vem equipado com Bluetooth, câmera de 2 megapixels que grava vídeos em HD (720p) e roda o Tizen, sistema operacional próprio da Samsung. É o primeiro gadget da sul-coreana a contar com o novo software.

O Galaxy Gear 2 chega ao Brasil nesta quinta-feira (10) pelo preço sugerido de R$ 1.299. Com o relógio, a Samsung lança também a pulseira inteligente Gear Fit, por R$ 899. No dia seguinte é a vez do smartphone Galaxy S5, com tela de 5,1 polegadas Super AMOLED de 1080p, processador quad-core de 2,5 GHz, sensor biométrico e leitor de batimentos cardíacos. O celular custará R$ 2.599 na configuração mais básica.