Samsung Galaxy Gear é devolvido por 30% das pessoas que o compraram

Por Redação | 28 de Outubro de 2013 às 17h16
photo_camera Divulgação

Faz pouco mais de um mês que a Samsung apresentou seu modelo de relógio inteligente. O Galaxy Gear é um gadget equipado com tela sensível ao toque de 1,63 polegada, processador de 800 MHz, 4GB de memória interna e roda o Android 4.3

Mas parece que todas essas funcionalidades não foram suficientes para alguns usuários norte-americanos que adquiriram o aparelho. Uma famosa distribuidora dos Estados Unidos disse que pelo menos 30% das pessoas que compraram o dispositivo não voltaram satisfeitas para casa e devolveram o smartwatch.

A varejista afirma que, mesmo que outras empresas, como a Best Buy, estejam vendendo muitas unidades do Gear com o Galaxy Note 3 (o único aparelho compatível com o relógio, até o momento), uma grande quantidade de usuários pede a devolução do dinheiro investido no produto.

Os motivos seriam que o público ainda não se adaptou ou não conseguiu entender para quê realmente serve o Galaxy Gear, como destaca o TechRadar. "As pessoas deixam o smartwatch em casa porque percebem que ele não tem muita utilidade no dia a dia, ou não corresponde a suas expectativas", diz o portal.

Especialistas da Samsung devem ser chamados pela Best Buy para propor novas formas de oferecer o dispositivo e evitar que seja um fracasso de vendas. Uma das soluções é tornar o gadget compatível com outros produtos da fabricante sul-coreana, como o Galaxy S3, Galaxy S4 e Galaxy Note 2. Isto, no entanto, só deve acontecer no final de 2013.

O smartwatch Galaxy Gear chegou ao Brasil no início de outubro custando R$ 1.300. É possível adquiri-lo em um pacote com o Galaxy Note 3 por um total de R$ 4.200.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.