Clone do Apple Watch dá as caras na CES 2015

Por Redação | 09 de Janeiro de 2015 às 13h06

Como comentamos por aqui nesta quinta-feira (8), a Apple não está presente na CES 2015, o que não impediu que o Watch, seu vindouro relógio inteligente, se tornasse o centro das atenções por lá. Isso se tornou ainda mais verdade após a descoberta de que a fabricante chinesa Hyperdon levou para a feira o que pode ser o primeiro clone do produto, que já está pronto para o consumidor e está sendo vendido no estande da companhia.

De acordo com as informações do Mashable, o smartwatch chinês, batizado apenas de "Smart Watch", tem preço oficial de US$ 30, cerca de R$ 80, e estaria sendo vendido no pavilhão da CES dedicado a pequenas empresas. A repórter Karissa Bell cita um ambiente bastante suspeito, já que o produto pode ser adquirido apenas com dinheiro vivo e a responsável pelo estande, vestindo óculos escuros mesmo em um local fechado, teria afirmado inicialmente que o produto custava US$ 27.

Smart Watch

O design é semelhante ao do Apple Watch, em uma característica que já se tornou costumeira para clones chineses. O mesmo vale para a interface, que tem botões e menus parecidos aos mostrados oficialmente pela Maçã. As funções são as mesmas de qualquer relógio inteligente, permitindo que o usuário atenda chamadas, troque músicas, leia mensagens e também outras notificações. Além disso, os recursos voltados ao fitness estão presentes, mas passam longe da variedade proporcionada pelo HealthKit. Aqui, temos apenas um contador de passos e um cronômetro.

Smart Watch

Uma última função chamou a atenção da reportagem. Chamada de Anti Lost, o que seria um sistema semelhante ao “Buscar iPhone”, facilitando a vida do usuário em caso de perda do aparelho, serve para indicar ao usuário quando ele está perdendo a conexão com o celular via Bluetooth.

Como dá para imaginar, o produto é compatível com o iPhone, apesar da dificuldade de pareamento e da exigência de download de aplicativos, que só funcionam em aparelhos com jailbreak para que certas ferramentas sejam ativadas. Não existem informações sobre uma compatibilidade com o Android, que é a plataforma de opção para quem clona produtos da Apple, nem sabemos exatamente qual o sistema operacional que roda no relógio.

Smart Watch

Seja como for, a Hyperdon não se contém em exaltar as qualidades de seu novo produto. De acordo com a representante da empresa, a bateria do Smart Watch teria uma autonomia de 180 horas e o relógio estaria prestes a ter suas vendas iniciadas em diversos varejistas nos Estados Unidos e na China, que seriam os dois mercados principais para a companhia.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.