Xiaomi apresenta novo smartphone Mi Max com tela de 6,44 polegadas

Por Redação | 10.05.2016 às 09:24

A Xiaomi anunciou nesta terça-feira (10) o lançamento de seu novo phablet, o Mi Max. O dispositivo conta com uma tela de 6,44 polegadas, mas, segundo a fabricante, cabe perfeitamente no bolso. O Mi Max possui apenas 7,5 milímetros de espessura e pesa 203 gramas. Durante a apresentação, a Xiaomi deixou claro que o Mix Max chega para concorrer diretamente com o iPhone 6s Plus e bate o aparelho da Apple em vários aspectos.

Com design elegante e corpo de metal, o smartphone possui uma câmera traseira de 16 MP e câmera frontal de 5 MP com angulação de 85º, o que amplia o campo de visão para capturar selfies melhores. Outras especificações incluem um sensor biométrico na parte traseira, duas entradas para chip 4G e bateria de 4.850 mAh.

Mi Max

Além disso, ele também conta com o Mi Remote, que permite comandar vários produtos de outras marcas através de um raio infravermelho. Outra novidade no software é a chegada da MIUI 8, que também foi anunciada nesta terça. O sistema Android personalizado recebeu diversas mudanças na interface, incluindo a mudança de cores estáticas para alternância de tons, nova fonte, scanner que funciona como leitor de QR Code e pesquisa de produtos, e um gerenciador que reduz o consumo de energia.

O Mi Max será vendido em três diferentes versões, variando na quantidade de RAM, espaço de armazenamento interno e processador. Na versão mais potente, ele conta com 4 GB de RAM, 128 GB de memória interna e processador Qualcomm Snapdragon 652, sendo vendido a R$ 1.079. A versão intermediária custará R$ 917 e virá com 3 GB de RAM, 64 GB de memória interna e processador Qualcomm Snapdragon 652. Por fim, a vertente mais barata sairá por R$ 809 e chegará com 3 GB de RAM, 32 GB de memória interna e Qualcomm Snapdragon 650. Além disso, os aparelhos terão três opções de cores: branca, dourada e prata.

Mi Max

Vale lembrar que os preços levam em conta a cotação atual do dólar e desconsideram os impostos cobrados no Brasil. Ainda não há informações se o Mi Max chegará a outros mercados além da China.

Via The Next Web