Vivo desenvolve sensor 3D 10 vezes mais potente que o FaceID da Apple

Por Natalie Rosa | 27 de Junho de 2018 às 10h18
photo_camera Vivo

A fabricante chinesa de smartphones Vivo anunciou nesta quarta-feira (27) que está desenvolvendo um sistema de reconhecimento facial 3D para a sua câmera que conta com mais de 300 mil sensores, 10 vezes mais do que a tecnologia presente no FaceID do iPhone X.

O sistema de sensores que fica localizado na parte frontal do smartphone funciona enviando um pulso de luz e fazendo o cálculo TOF (tempo de voo), ou seja, o tempo levado pela luz para voltar ao sensor. A fabricante garante que essa tecnologia será capaz de fazer o mapeamento 3D de distâncias de até três metros do aparelho.

A demonstração do sensor TOF 3D no MWC de Xangai nesta semana dá a entender, então, que a Vivo será a primeira fabricante de aparelhos com Android a concorrer diretamente com a Apple e seu iPhone X.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Segundo Alex Feng, executivo sênior da empresa, um dos objetivos do sensor é explorar a possibilidade do escaneamento completo do corpo de uma pessoa, e não apenas o rosto, focando no uso da inteligência artificial para, por exemplo, a prova virtual de roupas.

O novo sensor da Vivo ainda pode ser usado para a biometria, reconhecimento gestual e de movimentos, além de ser aplicado para usos com realidade aumentada, digitalização de móveis, objetos, entre outras possibilidades.

A Vivo, no entanto, apenas apresentou o projeto, não fornecendo qualquer informação adicional sobre a tecnologia, tampouco quando ela estará disponível no mercado.

Fonte: Vivo

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.